Queda da soja chega a 4 reais
CI
Imagem: Expodireto Cotrijal
COTAÇÕES

Queda da soja chega a 4 reais

O Paraná teve dia de quedas de R$ 2,00/saca, nada de negócios
Por: -Leonardo Gottems

No estado do Rio Grande do Sul, a soja chegou a queda de R$ 4,00/saca, enquanto os negócios seguem fracos, segundo informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “Em função da liberação de recursos de custeios, e dos pagamentos de seguros da safra de verão, produtor de soja só tem vendido aquilo que é estritamente necessário, deixando o mercado muito lento. A CBOT caiu expressivamente em 2,21%, o dólar por outro lado acabou se valorizando em outros 0,65%, ajudando a segurar a perdas dos grãos, mas ainda muito longe de pará-las completamente”, comenta.

“O preço de pedra decaiu para R$ 172,00 perda expressiva de R$ 4,00/saca para hoje. O porto de Rio Grande passa por recuo expressivo de R$ 4,00/saca e vai a R$ 190,00 para final de agosto, para pagamento em julho foi sem fixações devido à ausência de interessados. O interior marca quedas de forma geral, com Ijuí e Passo Fundo caindo em R$ 1,00/saca e indo juntamente a R$ 186,00. Cruz Alta vai a R$ 186,50 após perda de R$ 1,50/saca. Santa Rosa a R$ 185,00 após perda de R$ 3,00/saca”, completa.

Santa Catarina tem preços parados e nada de negócios. “Santa Catarina marcou um dia sem variações, travando nos mesmos níveis de ontem. Além disso, os negócios seguiram parados por mais outro dia, tudo indica que a semana se fechará novamente em volumes mínimos de negociações visto que até agora apenas 600 toneladas foram negociadas. Preço mantido a R$ 190,00 para 05/09”, indica.

O Paraná teve dia de quedas de R$ 2,00/saca, nada de negócios. “Paraná mantem-se congelado diante do desinteresse pela soja, não há saída de volumes além dos níveis básicos, o porto caiu assim como Ponta Grossa e as demais posições também decaíram de forma homogênea. Ademais, o dia trouxe bastante variação no decorrer do pregão e acabou confirmando mudanças expressivas em Chicago, com o dólar se movimentando contrariamente. Para exemplificar os resultados no mercado apresentaremos as cotações: grão a - 1,93%, farelo a -0,39% e óleo a -2,30%. O dólar se valorizou em 0,65%, indo a R$ 5,4962”, conclui.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.