Queda na temperatura pode afetar produção de soja na Argentina
CI
Agronegócio

Queda na temperatura pode afetar produção de soja na Argentina

Produção estimada para o grão é de 48,5 milhões de toneladas
Por:
Produção estimada para o grão é de 48,5 milhões de toneladas

Temperaturas baixas em grande parte da Argentina podem pertubar o ciclo produtivo da soja. Conforme o boletim da Bolsa de Cereais de Buenos Aires, o clima pode interferir na produção estimada em 48,5 milhões de toneladas.
Nesta semana, os termômetros indicaram temperaturas abaixo de 0 ° C. " Esta situação pode provocar perdas significativas sobre potencial de rendimento da oleaginosa", explica o engenheiro agrônomo do Departamento de Estimativas Agrícolas da Bolsa de Cereais, Esteban Copati.


De acordo com ele, os produtores argentinos estão de olho no clima. "É fundamental acompanhar a evolução do clima sobre as áreas com maior probabilidade de geadas precoces".

Milho - Chuvas registradas nos últimos sete dias estão atrapalhando a colheita na região central da Argentina. Além disso, a diminuição da temperatura média aumenta a preocupação do produtor. Isso porque ainda há muitas áreas, como em La Pampa, sul de Córdoba, Buenos Aires e Entre Rios, onde o cultivo do ciclo tardio está ainda em desenvolvimento. Atualmente a colheita representa 12,4% da área, ou 450 mil hectares.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.