Razão, bom senso e suco de laranja
CI
Agronegócio

Razão, bom senso e suco de laranja

Desde o início da tolerância zero do fungicida Carbendazin nas laranjas, o Brasil passa por um período tenso na espera de resultados que possibilitem continuar os embarques de suco para os EUA
Por: -Lucas Morais
Desde o início da tolerância zero do fungicida Carbendazin nas laranjas, o Brasil passa por um período tenso na espera de resultados que possibilitem continuar os embarques de suco para os EUA. Mas, segundo o colunista do Agrolink, José Luiz Tejon Megido, trata-se de uma “tempestade em copo de suco de laranja”. “Primeiro que os Estados Unidos, representa 15% do consumo brasileiro. 85% da nossa produção vai para outros mercados. Do ponto de vista da segurança alimentar, a produção brasileira segue os rígidos padrões internacionais e atuamos dentro da lei”, lembrando que a Europa tolera 200 partes por bilhão quando os indicadores brasileiros apontam apenas 30 partes.


Para Megido, a razão e o bom senso devem prevalecer.Cerca de 80% do suco consumido em território americano tem origem brasileira, e deixar de importar por causa do fungicida pode interferir fortemente na economia. “A médio e longo prazo, os efeitos de alta nos preços e a escassez da oferta versus a demanda terminariam por paralisar a indústria daquele país”, conclui.


Para saber mais sobre este assunto, leia a coluna completa de José Luiz Tejon Megido no Portal Agrolink.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.