Real H conquista o 2º lugar na etapa nacional do PSQT

Agronegócio

Real H conquista o 2º lugar na etapa nacional do PSQT

Projeto “Ciclos de reciclagem” foi premiado
Por:
238 acessos
A empresa de nutrição animal Real H, de Campo Grande, conquistou, na noite de terça-feira (05), em São Paulo (SP), a 2ª colocação na etapa nacional do PSQT (Prêmio Sesi Qualidade no Trabalho) 2010, na categoria média empresa, na modalidade de desenvolvimento socioambiental, com o projeto “Ciclos de reciclagem”. Na fase nacional foram selecionadas as empresas com pontuações mais elevadas em seis áreas temáticas – cultura organizacional, gestão de pessoas, ambiente de trabalho seguro e saudável, educação e desenvolvimento, desenvolvimento socioambiental e inovação -, com um total de 94 finalistas, selecionados entre 1.737 empresas em todo o Brasil.


Segundo a superintendente do Sesi no Estado, Maura Gabínio, que acompanhou a premiação acompanhada da coordenadora do PSQT no Estado, Rozane Leite, destacou as ações das empresas sul-mato-grossenses que investem na busca pela produtividade e pela qualidade de vida dos trabalhadores. “O PSQT estimula empresas a apostarem em práticas inovadoras nos modelos de trabalho na perspectiva de gerenciar o negócio com sustentabilidade. É fato que a indústria que investe no trabalhador ganha em produtividade”, ressaltou, acrescentando que o Prêmio evidencia práticas que precisam ser disseminadas e servem de incentivo para que outras empresas participem na próxima edição.

Reconhecimento - Para a proprietária da Real H, Cláudia Maria Real Leite, o 2º lugar na etapa nacional do PSQT é um reconhecimento do esforço da empresa para conscientizar funcionários e parceiros sobre a importância da reciclagem do lixo para a preservação do meio ambiente. “Foi uma emoção muito grande estar entre as empresas nacionais que tem práticas reconhecidas. Esse é um reconhecimento à nossa preocupação em agir de forma ecologicamente correta”, disse.


Ainda de acordo com ela, o Projeto Ciclos é desenvolvido na empresa há quase quatro anos e, nesse período, toneladas de material que seriam descartadas de forma incorreta no meio ambiente receberam destino ecologicamente correto. “Desde 2007 nas ações do projeto foram retirados do meio ambiente 178 mil quilos de lixo, que renderam R$ 99 mil”, detalhou, acrescentando que 50% dos recursos é dividido entre os funcionários que participam do projeto e 50% é destinado para a empresa que investe em ginástica laboral, violões para aulas de música com os funcionários e também para aulas de espanhol e inglês que estão sendo oferecidas aos 230 colaboradores da firma.

Ao receber o troféu, a proprietária da Real H ressaltou a importância do reconhecimento nacional para que a empresa se sinta ainda mais motivada para investir cada vez mais em práticas sociambientalmente responsáveis. “É uma emoção indescritível estar entre as 94 empresas selecionadas em todo o país por suas práticas de gestão. É um prêmio que nos incentiva a já começar a planejar outros investimentos para estarmos aqui de novo no ano que vem, entre tanta empresa com excelência na gestão”, disse emocionada.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink