Rebanho bovino perde espaço para soja e cana

Agronegócio

Rebanho bovino perde espaço para soja e cana

O rebanho brasileiro atingiu 207 milhões de cabeças em 2005, de acordo com o IBGE
Por: -Redação
2 acessos

O rebanho bovino brasileiro atingiu 207,2 milhões de cabeças em 2005, o que representou um aumento de 1,3% em relação a 2004. De acordo com relatório do IBGE divulgado nesta segunda-feira (11-12), o resultado confirma a desaceleração do crescimento verificado entre os anos 2000 e 2003. A migração da pecuária para outras atividades agrícolas, como cana-de-açúcar e soja, é uma das razões para esta taxa. Mesmo assim, o Brasil manteve sua posição de maior rebanho de bovinos do mundo, seguido por Índia e China (FAO). A descoberta de focos de febre aftosa no Centro-Oeste e no Sul do país não impactou significativamente a pecuária nacional. As informações são do IBGE.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink