Rebanho paulista deve ser vacinado contra aftosa

Agronegócio

Rebanho paulista deve ser vacinado contra aftosa

O rebanho paulista soma 11,5 milhões de cabeças, e desde 1996 não são registrados casos da doença
Por: -Leilane Alves
949 acessos

Os pecuaristas do estado de São Paulo têm todo o mês de novembro para vacinar bois e búfalos contra a febre aftosa. O rebanho paulista soma 11,5 milhões de cabeças, e desde 1996 não são registrados casos da doença no estado.

De acordo com a chefe do Serviço de Saúde Animal de São Paulo, Patrícia Pozzetti, o lançamento oficial da campanha será no dia 9 de novembro, durante a IV Feileite 2010 - Feira Internacional da Cadeia Produtiva do Leite, no Centro de Exposições Imigrantes da capital. Para divulgar o período de vacinação, foram distribuídos sete mil cartazes nas 40 regionais de defesa agropecuária. “O objetivo é conscientizar todos sobre a importância da campanha”, destacou.

O estado tem 645 municípios, que ocupam área de 24,8 milhões de hectares, e é reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal como livre de febre aftosa com vacinação. Patrícia Pozzette diz que para conseguir avanços nessa classificação e, futuramente, parar de vacinar o rebanho, a defesa agropecuária desenvolve ações focadas em vigilância ativa, por meio do controle e cadastro de rebanhos, fiscalização em eventos de concentração animal, controle de trânsito e imunização dos rebanhos.

Na primeira fase da campanha, em maio, o alvo foram animais com até 24 meses e a cobertura alcançou 97,3% do total. “Vamos reforçar as ações nos locais onde foi constatada uma queda no índice vacinação na etapa anterior”, afirma Pozzette. Aproximadamente 154 mil propriedades rurais com bovinos estão cadastradas no sistema oficial agropecuário paulista.

O pecuarista tem cinco dias úteis, após o término da etapa (até 7 de dezembro), para entregar o comprovante de vacinação em um escritório da Secretaria da Agricultura. Os endereços podem ser consultados no site www.cda.sp.gov.br.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink