Receita cambial do frango ficou negativa nas cinco Regiões brasileiras
CI
Agronegócio

Receita cambial do frango ficou negativa nas cinco Regiões brasileiras

Apenas cinco UFs registraram aumento no volume embarcado
Por:
Nos nove primeiros meses de 2012, de um total de 14 unidades federativas (UFs) que exportaram carne de frango, apenas cinco registraram algum aumento no volume embarcado: Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, Distrito Federal e Pará. Mas, em alguns casos, o aumento resultou apenas de rearranjos industriais por parte de empresas com atuação em vários estados exportadores.


Embora quatro Regiões brasileiras estejam representadas nesse aumento, somente uma fechou os primeiros três quartos do ano com resultado positivo: o Sul. Que, respondendo por quase 75% do total exportado no período, contribuiu para que o volume global fosse 0,86% maior que o dos mesmos nove meses de 2011.

No entanto, o aumento de volume do Sul não impediu que a receita cambial local ficasse negativa, como ocorreu com as outras quatro Regiões. Tudo porque o preço médio do frango exportado apresentou sensível queda em relação a janeiro-setembro de 2011.


Sob esse aspecto, aliás, apenas duas UFs, ambas do Centro-Oeste (Goiás e Distrito Federal) apresentaram receita maior que a do ano passado. E o caso mais marcante é o do DF, cuja receita cambial aumentou, até setembro, quase 87% em relação a idêntico período de 2011. Mas esse parece ser um caso típico de rearranjo de exportações antes efetuadas pela(s) mesma(s) empresa(s) através de outras UFs.

Detalhe a ressaltar: em setembro entrou no rol dos exportadores de 2012 a 14ª UF, a Bahia. Que já havia exportado em 2011, mas não havia feito nenhum embarque nos oito primeiros meses do ano. Por ora, porém, as exportações baianas estão bem aquém das realizadas nos mesmos nove meses do ano passado.






Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink