Receita das exportações de carne de frango mantém alta em agosto

Agronegócio

Receita das exportações de carne de frango mantém alta em agosto

Saldo dos embarques de carne suína também mantém receita positiva
Por:
678 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Após o recorde histórico registrado em julho, a receita das exportações de carne de frango do Brasil (considerando frango inteiro, cortes, processados e salgados) voltou a registrar saldo positivo em agosto. Conforme levantamentos da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), o resultado do mês foi de US$ 676,7 milhões, número 5,7% maior em relação ao oitavo mês de 2013.  Em volume, houve ligeira queda de 0,3%, chegando a 332,4 mil toneladas.

Já no acumulado do ano, o ritmo dos embarques da carne de frango é positivo em 1,7%, com total de 2,606 milhões de toneladas. O desempenho em receita, entretanto, registrou redução de 4,5%, com US$ 5,165 bilhões registrados entre janeiro e agosto de 2014.

“O saldo positivo da receita frente à quase estabilidade dos volumes na comparação de desempenho entre agosto do ano passado e deste ano atesta a recuperação dos preços internacionais em relação à 2013, confirmando o bom momento no mercado internacional”, destaca o presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra.

Conforme Ricardo Santin, vice-presidente de aves da associação, o resultado de agosto – acima da média geral do ano – indica um desempenho melhor no segundo semestre em relação aos seis primeiros meses do ano, conforme previsto pela ABPA.

“A autorização das novas plantas para a Rússia, juntamente com a ampliação dos embarques para a China, após a habilitação de mais cinco unidades frigoríficas, e a forte retomada notada neste ano para a Venezuela, deverão ser determinantes para o saldo do segundo semestre”, ressalta.

Suínos in natura – O volume das exportações de carne suína in natura em agosto registrou queda de 22,4% em relação ao mesmo período do ano passado, atingindo 35,4 mil toneladas.  Já em receita, houve elevação de 6,6% na mesma comparação, chegando a US$ 130,3 milhões.

No acumulado do ano (janeiro a agosto), a receita dos embarques do setor manteve níveis positivos, de 11,3% em relação ao mesmo período de 2013, com total de US$ 892,4 milhões.  Em volume, houve redução de 7,3%, com total de 270,7 mil toneladas.

“A redução da oferta internacional causada por ocorrências sanitárias em países da América do Norte e da Ásia, juntamente com o cenário político do leste europeu, continuam pressionando os preços internacionais, mantendo em alta a receita dos embarques”, destaca Rui Eduardo Saldanha Vargas, vice-presidente de suínos da ABPA.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink