Recordes no preço do frango não são reais, mas apenas nominais

Frango

Recordes no preço do frango não são reais, mas apenas nominais

Mesmo faltando mais de uma semana para o encerramento do mês, é certo que em abril o frango vivo atingirá
Por:
126 acessos

Mesmo faltando mais de uma semana para o encerramento do mês, é certo que em abril o frango vivo atingirá, nominalmente, o maior valor de todos os tempos. Ou, mantida a atual cotação até o próximo dia 30, R$3,55/kg, quase 10% a mais que em março passado.

O gráfico abaixo ainda não mostra esse resultado, porquanto seus valores são expressos pela média semestral móvel. Que, mesmo apontando valor médio pouco superior a R$3,10/kg para abril corrente, também corresponde ao melhor resultado alcançado pelo frango vivo.

Apesar, porém, de estar sendo considerado um excelente resultado, esse desempenho não tem nada de excepcional. Tanto que se encontra apenas 1% acima do que foi registrado cerca de dois anos e meio atrás (R$3,07/kg, média semestral alcançada em dezembro de 2016). Ou seja: apenas retoma-se o que foi perdido nos dois últimos anos.

Mas, acima disso, o que o gráfico abaixo demonstra é que o recorde nominal está muito aquém dos recordes reais (preços correntes deflacionados pelo IPCA do IBGE de março/19). Assim, o preço nominal de hoje é praticamente o mesmo preço deflacionado registrado nos primeiros anos da corrente década – ocasião em que o preço nominal do frango vivo correspondeu a apenas 60% da atual cotação. 

Nesse meio tempo, porém, houve momentos bem melhores. Tanto que, entre o final de 2012 e o primeiro quadrimestre de 2017, em apenas uma ocasião (meados de 2015) o valor deflacionado do frango vivo ficou aquém do preço corrente atual.

Os melhores resultados foram registrados entre o final de 2012 e o primeiro semestre de 2013. Como, nesse período, o frango vivo chegou a ser cotado por quase R$3,00/kg, a média semestral alcançada no mês de março de 2013, uma vez deflacionada, fica próxima dos R$4,00/kg. Ou seja: seis anos atrás se alcançava valor real quase 30% superior ao que vem sendo registrado no momento.

 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink