Rede elimina barreiras

Agronegócio

Rede elimina barreiras

Por: -Cintia Junges
837 acessos
As plataformas democratizaram o mercado e o tornaram mais abrangente, aproximando vendedores de compradores em todos os estados brasileiros. “Além de ser mais demorado e caro, o modelo convencional provoca níveis elevados de ansiedade durante a negociação e é pouco transparente”, assegura Evaristo Sobrinho, gerente da FortisAgro. Por outro lado, no cenário online os negócios podem ser fechados em tempo real, com transparência e sigilo das informações e, portanto, seriam mais eficientes. “Outra grande vantagem é que o acesso às plataformas pode ser feito 24 horas por dia, sete dias por semana, em qualquer lugar onde haja conexão com à internet”, ressalta Bentim.


Embora a internet seja privilégio de uma minoria no meio rural, como apontam os dados do último do último Censo Agropecuário, realizado em 2006 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os idealizadores das plataformas não acreditam na dificuldade de acesso como empecilho ao novo empreendimento. Segundo o Censo, dos 5,1 milhões de estabelecimentos pesquisados em todo o Brasil, pouco mais de 75 mil possuem acesso à internet. A situação é a mesma no Paraná, onde apenas 12.676 dispõem de internet diante de um universo de 371 mil estabelecimentos pesquisados. “ Mesmo trabalhando no campo, a maioria dos grandes agricultores vive ou vai com frequência às cidades, onde o acesso à internet é ilimitado”, afirma Sobrinho.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink