Relação estoque/consumo final é a menor desde a safra 2011/12
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,766 (-0,69%)
| Dólar (compra) R$ 5,27 (0,82%)

Imagem: Leonardo Gottems

SOJA

Relação estoque/consumo final é a menor desde a safra 2011/12

Cenário vem limitando a liquidez e sustentando os valores do grão
Por:
38 acessos

Com as firmes demandas externa e doméstica, a relação estoque/consumo final em 48,55% pode ser a menor desde a temporada 2011/12, quando a produção brasileira foi de 93,73 milhões de toneladas, ou seja, 25,6% inferior à de 2019/20 (de 126 milhões de toneladas).

Como há uma relação inversa entre estoque e preços, vendedores consultados pelo Cepea se afastam ainda mais do mercado, reduzindo a liquidez interna. Com o elevado volume já negociado, produtores, por sua vez, estão afastados das vendas, elevando a disparidade entre os valores pedidos por vendedores e ofertados por compradores.

Esse cenário vem limitando a liquidez e sustentando os valores do grão. Entre 10 e 17 de julho, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá (PR) subiu 0,12%, indo para R$ 116,00/saca de 60 kg na sexta. Já o Indicador CEPEA/ESALQ Paraná recuou 0,6% no mesmo comparativo, a R$ 108,54/saca de 60 kg também na sexta. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink