Relatório aponta preços elevados da soja no Brasil
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,676 (-0,11%)
| Dólar (compra) R$ 5,47 (1,26%)

Imagem: Marcel Oliveira

EXPECTATIVA

Relatório aponta preços elevados da soja no Brasil

 Até a 4ª semana de julho o Brasil já havia importado 100 mil toneladas de soja
Por: -Aline Merladete
331 acessos

O relatório Agro Mensal do Itaú indica que o cenário brasileiro ainda é de preços elevados nos próximos meses diante da redução da disponibilidade do grão no mercado doméstico face aos bons níveis de exportação e das boas margens de esmagamento. Isso tende a fazer com a que “briga” pelo que ainda falta de soja a ser comercializada (muito pouco) seja bastante grande.

 Até a 4ª semana de julho o Brasil já havia importado 100 mil toneladas de soja. Embora esse volume represente uma ordem de grandeza pequena, ele é 682% superior ao observado em todo julho do ano passado.

No Brasil, no entanto, as cotações voltaram a subir ao longo de julho a despeito do avanço da colheita da safrinha e da valorização do Real. A razão para isso vem da boa capitalização do produtor após os bons resultados apurados com a soja e do elevado volume de comercialização antecipada, que também tira a pressão para que parte da produção que ainda não foi negociada seja disponibilizada ao mercado.

De acordo com a prejeção divulgada pelo relatório, as estimativas indicam que os preços no mercado doméstico estão sendo negociados com prêmios sobre a paridade de exportação.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink