Agronegócio

Retorno do sol acelera o plantio no Paraná

Por:
1337 acessos
O plantio de soja deve passar de 10% e o de milho de 50% nos próximos dias no Paraná com o retorno do sol, conforme os técnicos do setor. O cultivo da safra de verão avança com um pequeno acréscimo de última hora na área da soja, mostrou o último balanço do Departamento de Economia Rural (Deral), e ainda devem ocorrer novos ajustes.


A oleaginosa ganhou 12,8 mil hectares (11,6 mil do milho e o restante do feijão das águas), que reforçaram a expansão de 4% na área a ser plantada, agora projetada em 4,86 milhões de hectares. Com as 700 mil hectares do milho e as demais lavouras, a safra de verão ocupa 5,82 milhões de hectares no Paraná, a maior área já plantada na estação, com crescimento de 0,3% sobre 2012/13.


Em Mato Grosso, as atividades também começaram lentamente e só nesta semana devem ultrapassar 2% da área recorde de 8,3 milhões de hectares projetada pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) para a soja. Regiões como a de Sorriso, capital brasileira da soja, esperam chuvas mais volumosas. A previsão para o município é de chuvas isoladas durante esta semana.


Safra ampliada

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) finaliza nos próximos dias a primeira projeção sobre a área e a produção de grãos de 2013/14. O documento sai dia 9, mas o setor privado vem confirmando expansão.

Para a Associação Bra­­­sileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), o Brasil vai produzir um recorde de 86 milhões de toneladas de soja. A projeção foi divulgada nesta segunda-feira (30-09). A entidade considera o ano industrial 2014/15 (fevereiro/janeiro), que abrange a colheita da temporada 2013/14.


Em 2013/14 (ano industrial), a produção brasileira foi de 81,6 milhões de toneladas, a maior colheita da história até o momento, nas contas da Abiove.

3% mais soja e 18% menos milho devem ser colhidos no Paraná na safra de verão 2013/14, conforme o Departamento de Economia Rural (Deral). O feijão das águas promete expansão de 27%, com 15 mil hectares extras.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink