Reuniões Técnicas do Milho e Sorgo encerram com avaliação positiva

Agronegócio

Reuniões Técnicas do Milho e Sorgo encerram com avaliação positiva

Próxima edição será realizada em 2015
Por:
1844 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Com oportunidades de construção de conhecimento e intercâmbio de saberes, a 59ª Reunião Técnica Anual do Milho e a 42ª Reunião Técnica Anual do Sorgo encerraram nesta quinta-feira (24/07), em Três de Maio, Noroeste do Estado. Centenas de pessoas passaram pelo campus da Sociedade Educacional Três de Maio (Setrem) desde a noite da segunda-feira (21/07), onde participaram de palestras, painéis, oficinas, Mostra de Saberes Tradicionais e apresentações de trabalhos científicos com foco nas temáticas propostas pelo evento, que é um dos maiores das áreas no Estado. 

“Tornou-se uma experiência muito interessante realizar o evento em uma região onde a agricultura familiar é tão bem caracterizada. Além das questões científicas, abriu-se espaço para o envolvimento dos agricultores”, enfatizou o assistente técnico estadual da Emater/RS-Ascar, Alencar Rugeri. 

A união de esforços entre Emater/RS-Ascar, Fepagro e Setrem para a realização do evento, com apoio de diferentes entidades, universidades e Embrapa, é destacada pelo gerente regional da Emater/RS-Ascar, Amauri da Silva Coracini. “É preciso reconhecer que o trabalho em parceria possibilita diferentes oportunidades. Essa construção traz a satisfação de sediar um evento desta natureza”, lembrou. 

Para Rogério Aires, da Fepagro, foi possível observar avanços em vários aspectos e da mesma forma buscar cada vez mais melhorias. “A troca de informações entre a pesquisa e a extensão e o estreitamento de relações são favorecidas pelos ambientes das reuniões”, acrescentou. 

Diretamente envolvido na organização do evento, o coordenador do curso de Agronomia da Setrem, Marcos Carrafa, lembra a importância da busca e da construção do conhecimento, sendo que os participantes têm a liberdade de escolher o que julgarem mais interessante para suas realidades. “Esperamos que os participantes tenham liberdade de escolha e também construam uma visão crítica. Eventos como esse permitem uma amplitude da visão para que as pessoas possam tomar suas decisões de forma mais qualificada”, afirmou. 

A próxima edição da Reunião Técnica Anual do Milho e da Reunião Técnica Anual do Sorgo deve ocorrer em 2015 em local a ser definido. 
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink