Richa promete eficiência no escoamento de ‘supersafra’
CI
Agronegócio

Richa promete eficiência no escoamento de ‘supersafra’

Movimentação global de R$ 260 milhões
Por:
Governador participou, na sexta-feira (10), da abertura da 41ª edição da Expoingá, que deve movimentar R$ 260 milhões em 11 dias de feira

No dia que Maringá completou 66 anos, a 41ª edição da Expoingá teve sua abertura oficial no Parque de Exposições Francisco Feio Ribeiro. A expectativa é que nos 11 dias de feira – com fechamento no dia 19 de maio – 500 mil pessoas passem pelo local, com uma movimentação global de R$ 260 milhões. Na sexta-feira (10), a solenidade de abertura contou a presença do vice-presidente, Michel Temer e o governador do Paraná, Beto Richa, além de diversos vereadores, deputados, senadores, presidentes de cooperativas e representantes de diversas outras entidades.


O tema deste ano do evento é "Semeando a Sustentabilidade" e o presidente da Sociedade Rural de Maringá (SRM), Wilson de Matos Silva Filho, fez questão de ressaltar a importância do agronegócio para a região. "Hoje temos um campo fértil, não só falando da soja e milho, mas também em outros setores do agronegócio. Aqui também possuímos um cooperativismo forte e a Cocamar é prova deste nosso desempenho", avaliou Filho.

Em relação ao tema da feira, o presidente da Rural lembrou das diversas propriedades que fazem "com extrema eficiência" o trabalho de integração lavoura-pecuária-floresta. Porém, não deixou de fazer algumas críticas sob a forma que os produtores rurais estão sendo tratados nos último tempos no País. "Enfrentamos dificuldades, como a crise na época da discussão do Código Florestal e também em relação à armazenagem e o escoamento da nossa produção. Acredito que os governos Estadual e Federal estão trabalhando para atenuar estes gargalos", avaliou.


O governador Beto Richa não perdeu tempo e disse que investimentos estão sendo feitos no Porto de Paranaguá para que este ano "a supersafra de grãos seja escoada de forma eficiente". Ele lembrou que no ano passado, 44 milhões de toneladas foram enviadas através do porto e que este ano "certamente irá atingir o recorde histórico de 50 milhões de toneladas". "Quando as filas dos caminhões estão enormes, a imprensa não cansa de noticiar. Mas este ano, quando até agora não tivemos problemas, ninguém fala nada", cutucou Richa.

Já o vice-presidente Michel Temer teve um discurso muito mais amistoso. Ele exaltou o crescimento da cidade de Maringá e disse que o agronegócio é a força motora do País. "Se a economia brasileira está indo bem, aumenta a produção no campo e todos são beneficiados. É bom vir ao Paraná e ver este clima de otimismo."


Por fim, Temer falou da importância de o País ter conseguido o posto máximo na Organização Mundial do Comércio (OMC), cuja presidência agora é ocupada pelo brasileiro Roberto Azevedo. "Alguns países europeus queriam um mexicano no cargo, mas o restante do mundo apostou no brasileiro. Estamos numa fase de prosperidade econômica e política", complementou o vice-presidente.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.