Roberto Rodrigues espera que exportações do agronegócio faturem mais US$ 22 bilhões


Agronegócio

Roberto Rodrigues espera que exportações do agronegócio faturem mais US$ 22 bilhões

Por:
0 acessos

O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, afirmou ontem (07-05), em Brasília, em reunião com lideranças da vitivinicultura do Rio Grande do Sul, que as exportações do agronegócio devem faturar mais US$ 22 bilhões até o final do ano, mesmo com a queda do dólar. O ministro que vai anunciar hoje, às 11h30min, na sede da Conab, a safra de grãos da temporada 2002/2003, afirmou que o crescimento do agronegócio influencia toda a economia do país, atingindo portos, armazenagem de grãos, discussões jurídicas de leis trabalhistas e atenção do meio ambiente. Afirmou também que considera o Brasil uma ilha de atratividade na área da agricultura.

As exportações do agronegócio atingiram o maior valor dos últimos 15 anos neste primeiro quadrimestre de 2003. O Brasil vendeu ao exterior US$ 8,189 bilhões, um resultado 31% superior aos US$ 6,249 bilhões registrados entre janeiro e abril de 2002. O superávit comercial do setor também foi um recorde da série histórica: US$ 6,634 bilhões, o maior valor desde 2001, quando o país acumulou um saldo positivo de US$ 5,05 bilhões. As informações foram divulgadas ontem (07-05) pela Secretaria de Produção e Comercialização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

No mês de abril, as exportações do setor atingiram US$ 2,447 bilhões, o que significou um recorde histórico para este mês e um crescimento de 36% em relação a igual período de 2002. Destaque para o crescimento de 80% nas exportações do complexo soja (grão, farelo e óleo), que totalizaram US$ 798,5 milhões comparados aos US$ 444,1 milhões de abril do ano passado. De acordo com os dados da balança comercial do agronegócio de abril, os valores exportados de soja em grão cresceram 104,8%, de US$ 288 milhões para US$ 590 milhões, apoiados no aumento tanto dos preços (+20,9%) quanto em volume (+69,4%). As exportações de óleo também tiveram crescimento expressivo de 176%. As vendas saltaram de US$ 22,9 milhões para US$ 63 milhões.

Quanto aos transgênicos, o ministro ressalta que a Câmara dos Deputados e o Senado precisam votar ainda este ano sobre a legislação, que está há mais de uma ano para ser votada. "O Brasil não pode renegar a evolução tecnológica", destaca. Sobre o caso da cobrança de royalties que a Monsanto havia exigido dos produtores brasileiros, porém retirando-a ontem (07-05), Rodrigues entende que a empresa tem o direito de exigir o que lhe é devido, pois detém a patente da semente Roundup Ready (RR).


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink