RS: definidas últimas vagas para a grande final do Freio de Ouro
CI
Imagem: Divulgação
PECUÁRIA

RS: definidas últimas vagas para a grande final do Freio de Ouro

Classificatória aberta realizada na Expointer 2021 definiu mais 15 selecionados para a decisão da modalidade da ABCCC
Por:

No primeiro final de semana da Expointer 2021 foram definidos os últimos classificados para a grande final do Freio de Ouro, que este ano será realizada em evento único entre 29 de setembro a 3 de outubro. Nesta Classificatória Aberta da modalidade, promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), 15 conjuntos, sete machos e oito fêmeas, garantiram vaga para a decisão.

Nas fêmeas, o primeiro lugar da classificatória ficou com a égua Na Lua do Ouriço, da Cabanha do Ouriço, de Carazinho (RS), montada pelo ginete Guto Freire, alcançando média de 19,854. Já nos machos, a vitória foi do cavalo Justiceiro do Mano a Mano, das cabanhas Três Trotes, Trigo Limpo, Águia e da Estrela e Marca Onze, de Teutônia (RS), guiado pelo ginete Cláudio dos Santos Fagundes, com pontuação de 20,376.

Emocionado, o ginete Guto Freire salientou que encerrou mais uma classificatória com vitória, sendo duas seguidas. “Como falei da outra vez, o mais importante aqui é classificar e estar na final. Tenho muito a agradecer a toda equipe do centro de treinamento que me ajuda muito e toda a minha família que está em casa torcendo”, disse Freire, agradecendo também aos proprietários da égua Na Lua do Ouriço por deixá-lo montá-la. “Deu tudo certo, graças a Deus”, finalizou.

O ginete Cláudio dos Santos Fagundes agradeceu aos proprietários do Justiceiro do Mano a Mano por terem confiado no seu trabalho. “Agradeço pela oportunidade de poder colocar este belo cavalo mais uma vez em uma final do Freio de Ouro”, afirmou, salientando a experiência do animal que já está no quarto ano de final do Freio.

O vice-presidente de Exposições Morfológicas e Provas Funcionais da ABCCC, Eduardo Móglia Suñe, observou que a classificatória foi muito competitiva, sobretudo nas fêmeas. “Entrou um número bastante expressivo de éguas. E nos machos também foi bem competitivo”, destacou, ressaltando que os animais classificados têm condições de correrem  muito bem o Freio de Ouro.

Indicados pelo Conselho Deliberativo Técnico (CDT) da ABCCC, dois trios de jurados atuaram na Classificatória ao Freio de Ouro Aberta. Francisco Kessler Fleck, Leonardo Alberton Ardenguy e Thiago Schilling Ávila, foram os responsáveis pela avaliação na categoria fêmeas. Entre os machos, a responsabilidade do julgamento ficou por conta de Gustavo Silveira Rodrigues, Luiz Martins Bastos Neto e Telmo Raimundi Ferreira.

A relação completa dos classificados pode ser conferida no site da ABCCC em www.abccc.com.br, ou pelas mídias sociais da entidade. O ciclo 2021 do Freio de Ouro tem o patrocínio de Facta Financeira, Massey Ferguson, Supra e Vetnil, além do apoio de Correaria Dima, Mopo e Canal do Criador.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.