RS: produtividade do arroz está em 8.904 kg/ha
CI
Imagem: Cleiton Ramão/Irga
GRÃOS

RS: produtividade do arroz está em 8.904 kg/ha

A colheita avança no maior Estado produtor e já alcança quase 44%
Por: -Eliza Maliszewski

O Rio Grande do Sul divulgou algumas informações do andamento da safra 2020/21 de arroz. Segundo o Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) a área plantada foi revisada para cima. São 945.940 hectares de área semeada, uma correção de 1.098 hectares a mais em relação ao número que estava, até então, sendo divulgado de 944.841 hectares. Em relação à safra passada, o crescimento foi de 1,3% (935.262 hectares semeados na safra 2019/2020).

A colheita avança no maior Estado produtor e já alcança quase 44%, com 410.835 hectares colhidos. A produtividade média está hoje em 8.904 quilos por hectare. “Reflete todo o cuidado no manejo por parte dos produtores para que se busque o mais alto nível de produtividade, aliado às condições climáticas favoráveis ao cultivo do arroz”, explicou o diretor técnico do Irga, Ricardo Kroeff.

A cultivar mais semeada é uma variedade desenvolvida pelo instituto que é a IRGA 424 RI, que responde por 52% do total. A regional mais adiantada até o momento é a Planície Costeira Externa, que já alcançou 57,19% (61.363 hectares). A Fronteira Oeste, por sua vez, está bem próxima desse percentual, registrando 53,41% (148.665 hectares). O menor percentual colhido está na Zona Sul, com 29,15% (47.575 hectares).

Sobre os estádios fenológicos da cultura uma pequena parcela está em estádio reprodutivo, grande parte está na maturação e outro restante já colhido. Segundo a última projeção da Conab a produção esperada para o Rio Grande do Sul é de 7,628 milhões de toneladas.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink