Safra de trigo da Rússia atinge 73,6 milhões de toneladas
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,782 (-0,26%)
| Dólar (compra) R$ 5,38 (2,78%)

Imagem: Pixabay

TRIGO

Safra de trigo da Rússia atinge 73,6 milhões de toneladas

“A safra total de trigo avançou 8,3 pontos percentuais"
Por: -Leonardo Gottems
242 acessos

A colheita de trigo da Rússia atingiu 73,6 milhões de toneladas à medida que a colheita da primavera continuava a progredir, aumentando o ritmo na semana passada, com o clima favorável que ajudou os agricultores a se aproximavam das etapas finais da safra deste ano. A informação é da T&F Consultoria Agroeconomica. 

“A safra total de trigo avançou 8,3 pontos percentuais para 73,6% da área projetada na semana até 1º de setembro, mostraram dados do Ministério da Agricultura nesta quarta-feira. O ritmo da colheita aumentou ao longo da semana à medida que as chuvas em partes dos Urais e da Sibéria diminuíram. Os rendimentos médios continuaram a cair na semana passada, com a safra entrando em regiões menos produtivas em seus estágios de fechamento, caindo 4,5% na semana, para 3,4 mt/ha”, comenta a consultoria. 

Os agricultores russos colheram trigo de 21,7 milhões de hectares ou 73,6% da área projetada, com rendimentos médios caindo 4,5% semana a semana para 3,4 mt/ha. “Espera-se que a Rússia produza 78 milhões de toneladas de trigo no ano comercial de 2020/21, de acordo com as previsões do USDA. Uma figura conservadora em comparação com algumas outras previsões, o USDA não inclui a produção da Crimeia, o que alguns outros analistas fazem. A safra de cevada avançou 11 pontos semana a semana, para 78% da área projetada, com 18,9 milhões de mt nas lixeiras de 6,6 milhões de há", completa. 

“Os rendimentos médios da cevada continuaram a cair, caindo 3,4% na semana, para 2,84 t/ha. A produção de cevada está prevista em 17,3 milhões de toneladas pelo USDA. Os agricultores iniciaram a safra de milho deste ano e recolheram 63.400 mt de 16.300 ha ou 0,6% da área projetada, com rendimentos de 3,89 mt/ha”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink