Agronegócio

Safra mineira de laranja tem crescimento contínuo nos últimos seis anos

Segundo IBGE, cultivo somou 849 mil toneladas em 2013
Por:
1029 acessos
Segundo dados do IBGE, cultivo somou 849 mil toneladas em 2013; suporte sanitário do Estado à produção atrai produtores paulistas

A produção de laranja nos pomares mineiros, em 2013, somou 894 mil toneladas, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Conforme a avaliação da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), o aumento é de 3,5% em relação ao volume registrado na safra anterior. De acordo com o subsecretário do Agronegócio, André Merlo, houve uma expansão de 7,2% na área colhida de laranja no Estado, que alcança atualmente 39,4 mil hectares.


As safras da fruta em Minas, nos últimos seis anos, tiveram crescimento contínuo. Desde 2008, quando foram colhidas 583,9 mil toneladas, o aumento da produção foi de 53,2%. Merlo explica que, no período analisado, a ampliação da área colhida de laranja no Estado foi de 27,1%. “O crescimento foi favorecido pelas condições topográficas e climáticas, custo da terra em Minas e infraestrutura governamental quanto ao controle das pragas e doenças”, ressalta.

Os pomares do Triângulo Mineiro respondem por 664,8 mil toneladas de laranja, ou 74,3% da colheita total da fruta no Estado, sendo os municípios de Comendador Gomes e Frutal os maiores produtores, com 200 mil toneladas e 182 mil toneladas, respectivamente. Em terceiro lugar no ranking da produção estadual de laranja, o município de Prata responde por 120,4 mil toneladas. Em seguida vem Uberlândia, com 58,5 mil toneladas e, em quinto, Uberaba, com 36,2 mil toneladas.


Segundo o engenheiro agrônomo José Geraldo Peixoto, extensionista da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) no município de Prata, os produtores aumentam investimentos na produção de laranja com base na avaliação do crescimento das vendas. “As áreas de cultivo estão se expandindo também nos outros municípios que se destacam na produção”, assinala o técnico.

Conforme avaliação da Seapa, o cenário atual do mercado de laranja também favorece o fortalecimento dos pomares do Sul de Minas. Os produtores da região colheram, em 2013, um volume de 80,3 mil toneladas da fruta. A variação positiva de 2,3% em relação ao período anterior se deve ao aumento da produtividade e à expansão da área colhida.


Suporte sanitário

Para Airton Rigueira Bezerra, fiscal agropecuário do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), a migração de agricultores paulistas para o Triângulo e Sul de Minas tem contribuído para o aumento da produção de laranja nessas regiões. “Há um rigoroso controle fitossanitário no Estado e não se registra a ocorrência oficial do cancro cítrico nos pomares, o que representa um importante suporte à produção da fruta”, explica.

Bezerra acrescenta que uma das ações do IMA consiste em manter os produtores das duas regiões produtoras de laranja informados sobre a importância de se manterem organizados para a adoção de medidas de controle geral diante de eventuais registros de problemas como a bactéria transmissora do “Greening” ou amarelão.


Agricultores em municípios mineiros de menor produção também se beneficiam da qualidade da laranja garantida pelo suporte sanitário do Estado. Em Planura, na região do Triângulo, o produtor familiar José Roberto Sia pretende desenvolver uma indústria para o melhor aproveitamento da fruta, por meio do processamento do suco, que será destinado à exportação.

“Nossa produção possibilita o processamento inicial de 500 mil caixas de laranja por ano”, explica. José Roberto acredita que outros agricultores da região poderão aderir à industrialização da fruta para aumentar a receita das propriedades.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink