Safra no Centro-Sul totaliza 555 mi de ton de cana processada

Agronegócio

Safra no Centro-Sul totaliza 555 mi de ton de cana processada

No acumulado desde o início da safra 2010/2011, o volume processado alcançou 555,00 milhões de toneladas
Por:
945 acessos
A moagem de cana-de-açúcar nas unidades produtoras da região Centro-Sul do País totalizou 2,44 milhões de toneladas na segunda quinzena de dezembro, queda de 76,39% em relação ao mesmo período de 2009. Assim, no acumulado desde o início da safra 2010/2011, o volume processado alcançou 555,00 milhões de toneladas.

No início de janeiro apenas 21 usinas encontravam-se em operação no Centro-Sul: 11 unidades no estado de São Paulo, uma no Espírito Santo, duas em Minas Gerais, quatro usinas no Mato Grosso de Sul e três no Paraná. Desta forma, as cifras apuradas até o momento sofrerão apenas acréscimos marginais nos períodos subseqüentes, de modo que já se considera praticamente os números finais da safra 2010/2011.

Nos últimos quinze dias de dezembro, a produção de açúcar atingiu 67,48 mil toneladas, somando 33,46 milhões de toneladas desde o início da safra até 31 de dezembro de 2010. Esta quantidade acumulada é 18,22% superior ao registrado em igual período de 2009, e 16,82% superior ao total produzido na safra 2009/2010.

Em relação à produção de etanol, totalizou-se 142,47 milhões de litros na segunda quinzena de dezembro, sendo 53,24 milhões de litros de etanol anidro e 89,23 milhões de litros de etanol hidratado. No acumulado desde o início da safra até dezembro de 2010, a produção alcançou 25,27 bilhões de litros, alta de 10,34% quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Deste volume, 17,87 bilhões de litros referem-se ao etanol hidratado – crescimento de 6,25% sobre 2009 – e 7,41 bilhões de litros ao etanol anidro – alta de 21,64% relativamente ao mesmo período da safra passada.

Ainda com o raciocínio de que esta safra está praticamente encerrada, e comparando-se os números acumulados até dezembro com os dados finais da safra anterior, o aumento da moagem ficou em 2,41%, a produção de açúcar cresceu 16,82% e a de etanol 6,71%. Já quando se observa a performance em produtos (etanol e açúcar), o aumento foi de 11,10% pelo mesmo critério.

Produtividade agrícola

Quanto à produtividade agrícola do canavial colhido na região Centro-Sul, houve uma diminuição em 14,8% em dezembro comparativamente ao mesmo mês de 2009, seguindo a tendência observada a partir do segundo semestre de 2010. No acumulado desde o início da safra 2010/2011, este percentual chega a 7,2%.

Para Antonio de Padua Rodrigues, diretor técnico da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), essa queda da produtividade não foi prevista no início da safra e foi o principal fator responsável pela redução da moagem projetada de cana-de-açúcar no Centro-Sul do País.

Mix de produção

Do volume total de cana-de-açúcar processado desde o início da safra até 31 de dezembro, 44,79% destinou-se à produção de açúcar, ante 43,12% observado no mesmo período de 2009.

Na última quinzena de dezembro, este percentual foi de 22,43%. Já a proporção de matéria-prima direcionada à produção de etanol alcançou 77,57% na segunda quinzena de dezembro, 6,68 pontos percentuais superior ao registrado na mesma quinzena da safra 2009/2010.

Qualidade da matéria-prima

A quantidade de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) por tonelada de cana-de-açúcar atingiu 129,59 kg na segunda quinzena de dezembro, contra 124,75 kg obtidos no mesmo período da safra 2009/2010.

No acumulado desde o início da safra, a concentração de ATR aumentou em 7,79% em relação à igual período de 2009, totalizando 141,28 kg de ATR por tonelada de cana.

Vendas de etanol

As vendas de etanol pelas unidades produtoras da região Centro-Sul totalizaram 2,22 bilhões de litros em dezembro, alta de 2,64% comparativamente ao mês anterior. Deste volume, 108,33 milhões de litros destinaram-se à exportação e 2,11 bilhões de litros ao mercado interno.

Em relação às vendas internas, o volume de etanol hidratado somou 1,50 bilhão de litros, crescimento de 2,44% em relação a dezembro de 2009. No caso do etanol anidro, este aumento chegou a 16,07%, com 524,39 milhões de litros vendidos naquele mês contra 608,66 milhões de litros registrados em 2010.

Monitoramento na entressafra

Em reunião na última quarta-feira (12/01) com integrantes do Governo (Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, Ministério de Minas e Energia, Ministério da Fazenda e BNDES), decidiu-se que haverá um monitoramento contínuo do mercado de etanol durante a entressafra, com reuniões periódicas entre governo e os agentes de mercado.

“Diante dos números apresentados ficou comprovado que o atual cenário produtivo fornece total tranqüilidade para o abastecimento do mercado doméstico. As unidades do Centro-Sul deverão produzir cerca de dois bilhões de litros a mais de etanol esse ano safra e, até o momento, deixaram de exportar mais de um bilhão de litros no comparativo com a safra passada,” afirma o diretor da UNICA. Portanto, o etanol disponível para o abastecimento do mercado doméstico deverá crescer praticamente em três bilhões de litros, acrescenta o diretor.

Warrantagem

Ainda de acordo com o executivo, o Governo se comprometeu em aprimorar continuamente o programa de warrantagem, de forma a viabilizar a tomada de crédito e reduzir a volatilidade de preços do etanol entre os períodos de safra e de entressafra.

“Sem a warrantagem, o ônus da estocagem recai essencialmente sobre as unidades produtoras. O programa de financiamento dos estoques figura como um mecanismo essencial para proporcionar um fluxo regular de comercialização de etanol ao longo do ano, evitando uma volatilidade excessiva de preços,” conclui o diretor da UNICA.

Avaliação quinzenal da safra 2010/2011 da região Centro-Sul, posição em 01 de janeiro de 2011.

SOBRE OS DADOS DA SAFRA

Os dados divulgados nesta atualização de safra são compilados e analisados pela UNICA, com números fornecidos pelos seguintes sindicatos e associações de produtores da Região Centro-Sul:

ALCOPAR - Associação dos Produtores de Bioenergia no Estado do Paraná
BIOSUL - Associação dos Produtores de Bioenergia do Mato Grosso do Sul
SIAMIG - Sindicato da Ind. de Fabricação do Etanol no Estado de Minas Gerais
SIFAEG - Sindicato da Indústria de Fabricação de Etanol do Estado de Goiás
SINDAAF - Sindicato Fluminense dos Produtores de Açúcar e Etanol
SINDALCOOL - Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras de Mato Grosso
SUDES - Sociedade das Usinas e Destilarias do Espírito Santo
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink