Safra prejudicada pela chuva preocupa empresários do setor

Agronegócio

Safra prejudicada pela chuva preocupa empresários do setor

Por:
311 acessos

A colheita de cana-de-açúcar na safra 2009/10 está prejudicada por vários fatores, em especial pelo grande volume de chuva, principalmente nos meses de junho e julho, época de seca. Para o presidente da UDOP, José Carlos Toledo, a safra atípica tem trazido preocupações.

As chuvas fizeram com que, no final do mês de julho, a Unica reduzisse a projeção inicial de 550 milhões de toneladas de cana-de-açúcar estimadas para processamento na safra 2009/2010.

José Carlos Toledo pondera, “tivemos excesso de chuva e uma perda de produtividade bastante significativa, principalmente em julho. Isso torna bastante preocupante de como será a continuidade da safra”.

Além da chuva, o presidente da UDOP destaca que a falta de recursos para as unidades tem sido outro problema para o setor nesta safra. “Tem usinas parando a safra, pela primeira vez, por falta de recursos. É bastante grave a situação financeira de algumas usinas, e isso pode prejudicar o andamento da colheita e processamento”, analisa Toledo.

Questionado se o atual estoque baixo de etanol está relacionado aos problemas financeiros do setor, o presidente foi enfático. “Não tenho dúvida. A necessidade de fluxo de caixa, o consumo nacional que está 17% acima do ano passado, ajudam a ter menos produto nos estoques”. Sobre especulações de que poderia existir uma falta do produto, Toledo tranquiliza, “não vai faltar etanol, mas os preços deverão ser mais remuneradores no segundo semestre”, afirma.

O preço do etanol já começou a se recuperar. De acordo com o Cepea/Esalq, entre os dias 27 e 31 de julho, o litro do hidratado foi negociado a R$ 0,7238 e o anidro R$ 0,8102. Em junho, entre os dias 5 e 9, o litro do hidratado foi vendido a R$ 0,5810 e o anidro a R$ 0, 6716, valores abaixo do custo de produção. Na visão de Toledo isto já é uma restauração expressiva. “Acreditamos numa continuidade desta melhora. O setor precisa disso para recuperar as perdas do passado”, finaliza.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink