Safrinha de milho tem quebra de 33% no MS

Agronegócio

Safrinha de milho tem quebra de 33% no MS

Perda de área de 8,8%, aponta Aprosoja/MS
Por: -Leonardo Gottems
1900 acessos

A segunda safra de milho do Mato Grosso do Sul alcançou uma produção de 6,097 milhões de toneladas, com média de 58 sacas/hectare, de acordo com levantamento da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja/MS). O resultado representa uma quebra de 33,5% em relação aos números projetados inicialmente (9,165 milhões de toneladas).

O excesso de chuvas no início do plantio, a estiagem da sequência e a ocorrência de geadas durante a fase de desenvolvimento do grão foram os motivos que provocaram essa expressiva queda. O acompanhamento foi feito pelos técnicos do Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (Siga MS), que foram a campo entre junho e setembro deste ano.

“Essa foi uma 2ª safra extremamente complexa e desafiadora. As várias intercorrências climáticas atingiram em cheio as lavouras e derrubaram os resultados. Nossa expectativa, agora, é que a safra verão seja positiva”, explicou o presidente da Aprosoja/MS, Christiano Bortolotto.

No entanto, o dirigente ressalta que só haverá uma reversão das perdas na safra de verão com “clima favorável (para que a produtividade seja boa) e preços bons, para que os resultados da soja cubram os custos de produção que estão muito elevados e, ainda, possibilitem o saldo das dívidas adquiridas na 2ª safra”.

A área plantada foi 1,740 milhão de hectares – que não chegaram a ser colhidas por causa das intempéries climáticas. Se for considerada apenas a área colhida de fato (1,586 milhão de hectares), a média do Mato Grosso do Sul sobe para 64 sacas por hectare, com perda de área de 8,8%.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink