Saiba como a Aviação Agrícola surgiu no Brasil
CI
Imagem: Arquivo
AVIAÇÃO AGRÍCOLA

Saiba como a Aviação Agrícola surgiu no Brasil

Brasil possui a segunda maior frota aeroagrícola do mundo
Por: -Aline Merladete

A criação da aviação agrícola data de 1911, por iniciativa do engenheiro florestal alemão Alfred Zimmermann, que concebeu a ideia para a proteção florestas de pinheiros em seu país. Porém, a inovação só saiu do papel em 1921, nos Estados Unidos, a partir de pesquisas de campo em parceria com a então Aviação do Exército e o Departamento de Agricultura do País para proteção e floretas no estado de Ohio contra larvas de mariposas. O aparelho usado na época foi um biplano Curtiss JN-6H Jenny.

De acordo com o Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag), no Brasil, a Aviação Agricola iniciou-se em 1947, devido ao ataque de uma praga de gafanhotos na região de Pelotas, Rio Grande do Sul, onde foi realizado o primeiro vôo agrícola no País no dia 19 de agosto daquele ano, com a Aeronave Muniz, modelo M-9, bi-plano de fabricação nacional, prefixo GAP, monomotor de 190 HP, autonomia de vôo de 4 horas, equipada com depósito metálico, constituido em dois compartimentos em forma de moéga e dosador próprio, controlado pelo piloto com capacidade de carga de aproximadamente 100kg, tendo ainda o apoio técnico do Engenheiro Agrônomo Leôncio Fontelles, na aplicação de BHC.

O dia 19 de agosto foi instituído como o Dia Nacional da Aviação Agricola, e o piloto civil Clóvis Candiota, que realizou o vôo e é considerado o Patrono da Aviação Agricola.

A frota brasileira cresceu 3,99% no ano de 2019, mostrando que o setor está evoluindo no Brasil atendendo 17 culturas em todo o País. Atualmente o Brasil possui a segunda maior frota aeroagrícola do mundo. Os EUA ocupa a 1ª posição em número de aeronaves. Todos os anos o SINDAG, através de sua assessoria técnica desde 2009, apresenta um relatório completo sobre os dados do setor, tanto da frota aeroagrícola, quanto o número de empresas e operadores privados que estão devidamente registrado no Ministério de Agricultura Pecuária e Abastecimento.  Atualmente o Brasil possui 2280 aeronaves. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink