Saiba o momento de plantar milho safrinha em SP
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)

Imagem: Pixabay

ZONEAMENTO

Saiba o momento de plantar milho safrinha em SP

Zoneamento traz informações mais sofisticadas, calibradas para cada município.
Por: -Aline Merladete
1069 acessos

Pesquisadores da Embrapa, representantes de instituições bancárias, técnicos e consultores do agro validaram o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) se reuniaram na última sexta-feira para a segunda safra de milho no Estado de São Paulo, chamada de safrinha.

De acordo com as informaçoes da Embrapa, o Zarc faz indicações de cenários de riscos climáticos por municípios e é atualizado regularmente, considerando situações de chuva, de textura de solo e de diferentes ciclos de cultura (precoce, médio, tardio). O analista Balbino Antonio Evangelista, da Embrapa Pesca e Aquicultura (Palmas-TO), fez uma apresentação técnica sobre a modelagem do sistema e explicou que os cenários são mostrados em escala de tempo decendial, ou seja, períodos de semeadura a cada dez dias. O ano tem, assim, 36 decêndios. Em geral, o plantio de milho safrinha no Estado de São Paulo começa no final de dezembro e termina no início de março, quando o risco climático se torna elevado para o plantio na maior parte das regiões paulistas. Mas o zoneamento traz informações mais sofisticadas, calibradas para cada município.

Os pesquisadores José Ricardo Pezzopane, da Embrapa Pecuária Sudeste (São Carlos-SP), e Aryeverton Fortes, da Embrapa Informática Agropecuária (Campinas-SP), apresentaram dados detalhados. Em Avaré, por exemplo, onde predomina o solo de textura média, a abertura da janela de plantio ocorre no final de dezembro, com índice de sucesso de 80%. Em Paranapanema, onde o solo argiloso é mais comum, esse sucesso de 80% se repete do último decêndio de dezembro até o segundo de janeiro. Em todo o mês de janeiro, o Zarc indica sucesso de 80% no plantio do milho safrinha para o município de São Carlos. No primeiro decêndio de fevereiro, ele diminui para 60%. “Já em Araraquara o plantio nessa época é mais arriscado porque a demanda hídrica é maior”, disse Pezzopane.

Em Manduri, em áreas com solo mais arenoso, o plantio deve ter 80% de sucesso no primeiro e segundo decêndios. No terceiro (após 20 de janeiro), cai para 70% e em todo o mês de fevereiro e nos primeiros dez dias de março fica na faixa de 60%. Ou seja, o plantio nesse município é possível até março.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink