Santa Catarina embarca segundo lote de carne suína para Coreia do Sul


Carne

Santa Catarina embarca segundo lote de carne suína para Coreia do Sul

Carnes produzidas em Santa Catarina conquistam o mercado internacional e chegam aos países mais exigentes do mundo
Por:
359 acessos

As carnes produzidas em Santa Catarina conquistam o mercado internacional e chegam aos países mais exigentes do mundo. O estado embarca o segundo lote de carne suína para a Coreia do Sul – considerado um dos mercados Premium para exportação de carnes. Esta semana, a BRF de Campos Novos enviou 25 toneladas do produto para o país asiático.

Este é o segundo embarque de carne suína com destino à Coreia do Sul e demonstra a evolução das negociações com as empresas catarinenses. Em maio deste ano, a JBS de Seara já havia exportado 50 toneladas de cortes suínos partindo do Porto de Itajaí para atender o mercado sul-coreano.

“Esta é uma ótima notícia. Aos poucos, os embarques para Coreia do Sul começam a crescer e, conforme o previsto, as empresas catarinenses que já atuam naquele mercado com carne de frango expandem seus negócios também para carne suína. É a qualidade da produção catarinense de carnes sendo convertida em riquezas e desenvolvimento para nosso estado”, destaca o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Airton Spies.

A Coreia do Sul é uma grande oportunidade para o agronegócio catarinense. Já um grande parceiro comercial de Santa Catarina na importação de carne de frango, o país é o quarto maior comprador de carne suína do mundo (foram 645 mil toneladas importadas em 2017). Segundo Spies, Santa Catarina trabalhou por muitos anos para ter acesso a esse mercado e a expectativa é de que os as exportações aumentem ainda mais.

Maior exportador nacional de carne suína, Santa Catarina é o único estado do país habilitado a vender o produto para Coreia do Sul. A escolha se deve ao status sanitário diferenciado de Santa Catarina, reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como livre de febre aftosa sem vacinação. “Os embarques da JBS e da BRF são o resultado do grande trabalho feito em prol da excelência sanitária catarinense, numa parceria entre Governo do Estado, iniciativa privada e produtores”, ressalta o secretário.

De acordo com o secretário adjunto da Agricultura, Athos de Almeida Lopes Filho, as exportações partindo de Campos Novos trazem mais uma oportunidade para o agronegócio da região. “Campos Novos, que é o celeiro catarinense e uma vitrine para o agronegócio, se destaca agora na produção animal exportando carne suína para os países mais exigentes do mundo”.

Santa Catarina tem quatro empresas autorizadas a exportar carne suína para a Coreia do Sul: JBS de Seara, Aurora Alimentos, BRF de Campos Novos e a Pamplona Alimentos.

Negociações com a Coreia do Sul

As negociações para exportar carne suína para a Coreia do Sul acontecem há mais de dez anos e o status sanitário catarinense teve um papel fundamental nesse processo. Airton Spies destaca que as exportações para esses mercados mais competitivos, como Japão e Coreia do Sul, demonstram a qualidade dos produtos catarinenses e mostram que o investimento em sanidade animal e vegetal traz resultados efetivos para a economia do estado.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink