Santa Catarina quer comércio maior com os russos


Agronegócio

Santa Catarina quer comércio maior com os russos

Por:
2 acessos

Santa Catarina está torcendo por um maior estreitamento das relações comerciais entre o Brasil e Rússia, a partir da missão daquele país que está em território nacional.

Uma delegação liderada pelo ministro de Alimentos de Moscou, Alexander Barburin, está desde ontem no Brasil realizando reuniões com representantes ministeriais e empresários, inclusive da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carnes Suínas (Abipecs).

Embora a missão seja mais restrita a autoridades de Moscou, o secretário de Agricultura de Santa Catarina, Moacir Sopelsa, espera que ela sirva de referência para o governo russo, na missão brasileira que embarca dia 20 de fevereiro.

Sopelsa disse que a missão que está no Brasil não tem poder para fechar contratos da retomada das exportações de carne suína, suspensas desde o dia 24 de dezembro, mas pode atestar a qualidade da produção nacional, principalmente a de SC.

Sopelsa disse que o Brasil precisa definir uma política de importação e exportação, para ver com quais países é viavel manter negociações. Para o secretário, o Brasil pode vender carne de frango e suíno para os russos, em troca da importação de componentes para fertilizantes. Ele espera que o governo brasileiro reconheça a importância deste mercado para Santa Catarina, pois absorveu no ano passado 377 mil toneladas de suíno, da 450 mil exportadas.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink