Santander leva crédito para investimentos

SHOW RURAL

Santander leva crédito para investimentos

Linha de crédito possui menor incidência de IOF (0,38%) e é alternativa competitiva aos financiamentos do BNDES
Por:
176 acessos

Recurso da linha Financiamento Multiagro pode ser utilizada para desde a compra de máquinas e equipamentos novos até armazéns e silos
Financia até 85% do bem, com prazos de pagamento de até sete anos com fluxos semestrais ou anuais e sem taxa flat
Linha de crédito possui menor incidência de IOF (0,38%) e é alternativa competitiva aos financiamentos do BNDES

O Santander oferecerá durante o Show Rural Coopavel sua mais nova linha de crédito ao produtor rural: o Financiamento Multiagro. Os recursos podem ser utilizados para compras de máquinas agrícolas, equipamentos, silos, armazéns e pivôs com taxas a partir de 8,90% a.a. (para prazos de até três anos) a 9,90% a.a. (para parcelamento de até sete anos) – condições especiais para a feira. O recurso pode ser aprovado e liberado no mesmo dia (desde e o fluxo para quitação do crédito é adequado à capacidade de pagamento do produtor, ou seja, quitação semestral ou anual de acordo com a colheita.

“Criamos mais uma alternativa de fonte de recursos sem limite para que o produtor rural consiga expandir seu negócio. A nova linha tem uma taxa competitiva, não é direcionada e pode ser disponibilizada no mesmo dia”, afirma Carlos Aguiar, diretor de Agronegócios do Santander Brasil. O Financiamento Multiagro tem uma menor incidência de IOF (0,38%) e, juntamente com as linhas de financiamento existentes no mercado para esses tipos de bens, como as do BNDES (que atualmente estão suspensas), completa o portfólio do Banco para o setor.

Para contratar o Financiamento Multiagro, é necessário que o produtor rural apresente declaração de imposto de renda, quadro de produção e orçamento do bem. A garantia é o próprio bem.

A instituição financeira continua confiante no bom desempenho do agronegócio nacional e prevê um novo ano de safra recorde de grãos, com preços firmes e margens positivas para o produtor rural. “Com um cenário positivo, a expectativa é que o empreendedor invista cada vez mais na expansão de seus negócios e acreditamos que temos um portfólio amplo de soluções financeiras. Além disso, queremos estar cada vez mais estar próximos do empreendedor para entender melhor suas necessidades, agindo como orientador e criando uma real relação de confiança”, completa o executivo. Para 2020, o Santander quer chegar a 50 Lojas Agro no País. O espaço de negócios tem vocação comercial para o segmento, utiliza de soluções digitais e não há transações em espécie.

Ainda no Show Rural Coopavel, o Santander dará condições especiais em algumas soluções financeiras: 10% no desconto na taxa de administração do Consórcio Agro Pesados, para quem quer comprar caminhão, ônibus, embarcação náutica ou implemento agrícola de uma forma mais planejada e descontos de 20% nas taxas do Crédito Pessoal Agro. Outros serviços do Banco, como abertura de conta corrente, também estarão disponíveis ao produtor no local.

Santander Brasil no Agronegócio
Desde 2016, o Santander vem reforçando a estrutura de atendimento ao setor e é o Banco que mais cresce na concessão de crédito ao segmento. A carteira de crédito ampliada (que considera Recursos Obrigatórios e Livres, BNDES, Funcafé e os títulos CPR e CDCA) do Banco ao agronegócio chegou a R$ 20 bilhões em 2019, crescimento de 22,5% ante 2018 (R$ 16,325 bilhões).

A instituição financeira já inaugurou lojas Agro em Cristalina (GO), Naviraí (MS), Posse (GO), Campo Novo do Parecis (MT), Canarana (MT), Paragominas (PA), Balsas (MA), Primavera do Leste (MT), Unaí (MG), Maracaju (MS), Redenção (PA), Alta Floresta (MT), Mineiros (GO), Nova Mutum (MT), Vilhena (RO), Chapadão do Sul (MS), São Gabriel D’Oeste (MS), Cianorte (PR), Cáceres (MT), Juara (MT), Gurupi (TO), Pato Branco (PR), Frederico Westphalen (RS), Sarandi (RS), Porangatu (GO), Querência (MT), Quirinópolis (GO), Marechal Cândido Rondon (PR), Monte Carmelo (MG), Santo Antônio da Platina (PR), Rio Brilhante (MS), Sidrolândia (MS), João Pinheiro (MG), Campos Novos (SC), Bom Jesus (PI) e Ibirubá (RS).


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink