São Paulo lança primeiro vinho nobre
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,782 (-0,26%)
| Dólar (compra) R$ 5,38 (2,78%)

Imagem: Divulgação

DO ESTADO

São Paulo lança primeiro vinho nobre

Com graduação alcoólica de 15°, o vinho Arduíno é proveniente da Safra 2019
Por: -Eliza Maliszewski
2289 acessos

A vitivinicultura muito conhecida no Sul vem conquistando outras regiões do país e atingindo altos patamares de qualidade. Em São Paulo há vinícolas que datam do começo do século XX e tem até uma rota do vinho com vinícolas na região de São Roque, há cerca de 50 km da capital, em sua maioria de origem portuguesa.

Um desses estabelecimentos, a Vinícola Marchese di Ivrea, localizada em Ituverava, próximo a divisa com Minas Gerais, comemora o lançamento do primeiro vinho nobre produzido em terras paulistas. Com graduação alcoólica de 15°, o vinho Arduíno é proveniente da Safra 2019.

Na fazenda histórica do século XIX o ano passado foi considerado um dos melhores na maturação das uvas. As noites foram frescas e os dias mais quentes. Dessa forma, além de cor e aroma, a uva concentrou açúcar, o que costuma resultar em vinhos com um teor alcoólico mais alto.

Antes, um vinho fino não poderia ter mais do que 14° de teor alcoólico. Quando passavam desse teor, os vinhos eram rotulados como licorosos. A Instruc¸a~o Normativa nº 14, de 8 de fevereiro de 2018, criou então a figura do “vinho nobre”, fermentado de uva Vitis vinifera com teor alco´olico entre 14,1° e 16° em volume.

“Não e´ sempre que acontece no Brasil, ainda mais no Estado de Sa~o Paulo, em que de forma natural a fermentac¸a~o resulta em vinhos com 14° ou mais”, afirma Beto Lorenzato, proprietário da vinícola.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink