Saudabilidade da carne suína é tema de palestra na Avisulat no RS

Agronegócio

Saudabilidade da carne suína é tema de palestra na Avisulat no RS

Preconceito em relação aos níveis de colesterol na carne suína é infundado
Por:
1187 acessos
“O nível de colesterol da carne suína é igual ao da carne de frango e da carne bovina e, em alguns cortes, sem gordura, o teor é ainda menor”. Foi com essa informação que a doutora em Ciência de Alimentos, Neura Bragagnolo, despertou o interesse do mais de 40 participantes sobre a importância da carne suína na alimentação humana. O encontro aconteceu no último dia 19, durante a AVISULAT 2010, II Congresso Sul Brasileiro de Avicultura, Suinocultura e Laticínios, na cidade de Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha. De 17 a 19 de novembro a Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul – ACSURS – esteve presente divulgando informações acerca da produção suinícola no estado e no Brasil.

No dia 18, pela manhã, o Coordenador do PNDS no Rio Grande do Sul, Rodrigo Ramos Rizzo, realizou uma apresentação para mais de 430 produtores e técnicos do serviço oficial, mostrando detalhes do projeto e algumas ações que já foram realizadas no estado. Na sexta-feira, foi a vez da Dra. Neura Bragagnolo falar para nutricionistas de todo o estado, abordando os aspectos positivos e negativos dos compostos lipídicos em produtos de origem animal. Na sequência, falou sobre a saudabilidade e informações sobre a carne suína, dando detalhes também do PNDS, no qual tem atuado.

A pesquisadora confirmou que o preconceito em relação aos níveis de colesterol na carne suína é infundado, além de ser uma carne riquíssima em proteínas. “A imagem da carne suína anda muito desgastada. A população em geral relaciona o produto com três fatores negativos: pouca higiene, alimento pesado e colesterol elevado”. Alertando os participantes, finalizou “Com os dados que apresentei as pessoas podem consumir a carne suína sem medo de aumentar o índice de colesterol. Ao contrário, devem consumir os cortes com baixo teor.”

O vice-presidente da ACSURS, Cléo Barbiero, ressaltou a importância da ação e a necessidade de esclarecer os mitos e preconceitos que envolvem a carne suína. “Poder apresentar dados tão relevantes, por meio de uma das profissionais mais graduadas no assunto não só reforça os dados repassados, como confirma a importância da carne suína na alimentação humana, já que é foco de grandes pesquisas na área nutricional”.

Após a palestra, cada nutricionista recebeu um kit contendo cartilhas de receitas de carne suína específicas para a merenda escolar, outra para refeições coletivas, além de um encarte direcionado para profissionais da área da saúde, contendo informações do impacto do consumo da carne suína sobre a saúde humana.

As informações são da assessoria de imprensa da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink