SC: queijo serrano consegue Selo Arte
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,106 (1,48%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,12%)

Imagem: Julio Cavalheiro/Governo SC

RECONHECIMENTO

SC: queijo serrano consegue Selo Arte

Esse é o primeiro produto artesanal a receber o selo no Estado
Por: -Eliza Maliszewski
84 acessos

Santa Catarina iniciou a entrega do Selo Arte para produtos artesanais. O primeiro produto a receber a certificação no estado foi o queijo serrano produzido pela família Zanelato, no município de Bom Retiro. Com o selo, o queijo poderá ser comercializado em todo o país.

O Selo Arte é a realização de um antigo sonho de produtores artesanais de todo o Brasil. Ele permite que produtos como queijos, embutidos, pescados e mel possam ser vendidos livremente em qualquer parte do território nacional, eliminando entraves burocráticos. Para os consumidores, é uma garantia de qualidade, com a segurança de que a produção é artesanal e respeita as boas práticas agropecuárias e sanitárias. 

“Este selo é um reconhecimento ao trabalho do produtor, que agora vai poder vender seus produtos com mais segurança. Oferecer oportunidades como esta é incentivar a família a permanecer no campo, produzindo com mais qualidade de vida”, destaca o secretário estadual da agricultura, Ricardo de Gouvêa.

Para ser considerado artesanal, o produto deve ser submetido ao controle do serviço de inspeção oficial (municipal, estadual ou federal), ter fabricação individualizada e genuína, que mantenha a singularidade e as características tradicionais, culturais ou regionais.  

O casal Air e Jacinta Zanelato começou a produção do queijo como um hobby, para aproveitar o leite produzido no Sítio Santo Antônio, que adquiriram em 2006, no município de Bom Retiro, com o propósito de produzir vinhos e criar gado. A atividade, que vinha desde seus antepassados, foi se sobressaindo às demais atividades.
A entrega do Selo Arte foi comemorada. “Somos pequenos, mas trabalhamos com muita qualidade. O Queijo Artesanal Serrano é feito com poucos ingredientes, mas tem muito da história e da tradição dos nossos antepassados. Eles nos deram de presente o bem fazer de um produto que atravessa gerações e é único para a nossa região. Apresentá-lo a mais pessoas e regiões é motivo de orgulho”, disse.
 
 

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink