SC aguarda exames de 36 mortes que podem ter sido causadas pela gripe A

Agronegócio

SC aguarda exames de 36 mortes que podem ter sido causadas pela gripe A

SC aguarda resultado de exames de 36 mortes que podem ter sido causadas pela gripe A
Por:
180 acessos
Vigilância Epidemiológica espera diminuição de casos em setembro

A Secretaria de Estado da Saúde aguarda o resultado de exames de 36 mortes por doenças respiratórias graves que podem ou não ter sido causadas pela gripe A em Santa Catarina.

Nesta quinta-feira, morreu a sexta vítima da doença no Estado. O homem de 36 anos, de Concórdia, no Oeste, estava no Hospital São Francisco. Começou a apresentar os sintomas no dia 23 de julho e foi internado três dias depois. A confirmação das outras mortes depende de laboratórios de outros estados.

As autoridades sanitárias admitem desconforto com a demora dos testes, mas enfatizam que o foco agora não são os números e sim as ações para receber e tratar a população que apresentar os sintomas da doença.

A cada dia aumentam os números da gripe A em SC. O diretor da Vigilância Sanitária no Estado, Luis Antonio Silva, disse que o órgão trabalha com dados diários de internações e não apenas pelas estatísticas dos casos já confirmados.

O secretário estadual da Saúde, Luiz Eduardo Cherem, admite que a tendência é que os dados sobre mortes e casos da gripe A se elevem nos próximos boletins.

— Estou tranquilo porque a prioridade agora é assegurar o atendimento e acompanhar as internações para tratar as pessoas — declarou o secretário na Assembleia Legislativa, ao participar do programa Parlamento Debate.

A Vigilância Epidemiológica do Estado reconhece a ascendência de casos e espera a diminuição na primeira quinzena de setembro. Em meio ao temor do vírus, a Saúde assegura que não há motivo para pânico e que o decreto de emergência, assinado pelo governador Luiz Henrique da Silveira no início do mês, tem caráter preventivo para agilizar ações. A principal delas deverá ser a viabilização do laboratório catarinense para os exames de gripe A. Investimento de pelo menos R$ 500 mil.



Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink