Seagro defende recuperação de pastagem para aumentar leite
CI
Agronegócio

Seagro defende recuperação de pastagem para aumentar leite

Cerca de 80% das áreas estão degradadas, o que está comprometendo também o crescimento do rebanho
Por:

Em entrevista a uma Rádio local, na manhã desta terça-feira, 17, o secretário executivo da Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, Ruiter Padua, falou que para aumentar a produção e a qualidade do leite no Estado do Tocantins, os produtores deverão investir em tecnologias de recuperação de pastagens. Cerca de 80% das áreas estão degradadas, o que está comprometendo também o crescimento do rebanho bovino do Tocantins que está com oito milhões de cabeça.

Padua ressaltou que o produtor está descapitalizado, mas com o surgimento do Programa ABC - Plano de Agricultura de Baixo Carbono do Governo Federal, que oferece linhas de créditos com taxas de juros de 5% ao ano, é possível introduzir na propriedade o sistema de produção integrada – lavoura, pecuária e floresta e deslanchar na atividade. “O Governo do Estado também tem um programa de fornecimento de calcário para o pequeno produtor, que quando estiver em funcionamento contribuirá muito com o aumento da produção leiteira”, afirmou o secretário executivo.

Padua também falou sobre o Programa “Balde Cheio”, instituído por meio de uma parceria entre a Seagro, Sebrae, Ruralitns e Sagri – Secretaria de Agricultura do Município de Palmas, destacando que é um projeto fantástico, mas que o produtor ainda tem uma certa resistência para aderir ao Programa.

Além desse assunto, o secretário executivo também comentou sobre a produção de algodão do Estado, onde a região de Dianópolis é a maior produtora. Padua tratou da proibição do cultivo da semente de algodão transgênica, devido ao Tocantins pertencer à região Amazônica. “Estamos procurando uma solução para este problema, já que a área do Estado é de 82% de cerrado”, defendeu.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.