Secretaria da Agricultura e Ceasa estudam melhorias na unidade de São José/SC

Agronegócio

Secretaria da Agricultura e Ceasa estudam melhorias na unidade de São José/SC

São 150 empresas funcionando na estrutura da Ceasa
Por:
3499 acessos

Para fortalecer a comercialização de hortifrutigranjeiros no Estado, a Secretaria da Agricultura e da Pesca e a Centrais de Abastecimento do Estado de Santa Catarina S/A (Ceasa) estudam melhorias na unidade de São José. Nesta quarta-feira, 24, o secretário Moacir Sopelsa visitou a sede para conhecer a proposta de reforma.

Entre as principais demandas apresentadas pelo presidente, o diretor técnico e o diretor operacional da Ceasa/SC, Agostinho de Pauli, Albanez de Sá e Olinto Mainardi, está a canalização do Rio Araújo - medida importante para ampliar o estacionamento de veículos. A Ceasa contabiliza a circulação de aproximadamente quatro mil veículos e de até sete mil pessoas todos os dias.

O secretário Sopelsa autorizou investimentos para manutenção do prédio, incluindo a reforma do portão de entrada, que trará mais segurança para os consumidores e trabalhadores da empresa. “Há muito a ser feito, mas eu saio daqui contente porque vejo que há boa vontade para melhorar as condições de trabalho e ampliar a participação dos produtores rurais de Santa Catarina”, afirma.

São 150 empresas funcionando na estrutura da Ceasa, além de 1.500 produtores rurais cadastrados e dois mil compradores diariamente freqüentando o pátio. Em 2015, o movimento financeiro da Ceasa alcançou os R$ 650 milhões e a expectativa é de que em 2016 esse número seja próximo dos R$ 800 milhões.

Ceasa

As Centrais de Abastecimento do Estado de Santa Catarina S/A são uma empresa vinculada à Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca e funcionam como um elo entre o produtor e o consumidor por meio da comercialização atacadista e varejista de pescado, produtos hortifrutigranjeiros, alimentos e insumos orgânicos, produtos ornamentais e de floricultura e artesanais.

/Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink