Segmento de químicos tem queda geral
CI
Imagem: inpEV
PRODUTOS

Segmento de químicos tem queda geral

Foram 4 meses seguidos de alta
Por: -Leonardo Gottems

A produção, vendas internas e demanda dos produtos químicos de uso industrial registraram uma queda geral no mês de outubro, segundo informações divulgadas pela Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim). Os resultados negativos vieram após quatro meses de alta.

Nesse cenário, a produção teve queda de 4,92%, as vendas internas caíram 2,9% e o consumo aparente nacional (CAN), que mede o resultado da soma da produção mais importação excetuando-se as exportações, teve queda de 15,5%, em outubro em comparação com setembro. Segundo a diretora de Economia e Estatística da Abiquim, Fátima Giovanna Coviello Ferreira, esse é um movimento sazonal que ocorre, tradicionalmente, para os produtos químicos de uso industrial, que estão na base de diversas outras cadeias industriais, entre os meses de julho a outubro do ano, em razão das encomendas de Natal e do período de verão, que eleva a procura por descartáveis e outros itens.

 “Este ano, além disso também houve o impacto da recomposição geral de estoques em diversas cadeias, após o declínio do segundo trimestre, e uma alta conjuntural muito forte no terceiro trimestre do ano. A tendência é a de normalização da demanda ao longo dos próximos meses”, comenta.

O índice de preços registrou, em outubro, a quarta elevação consecutiva e subiu 11,26% em comparação com o mês anterior. “Os preços internos acompanham as cotações e os ciclos de volatilidade do mercado internacional, especialmente em razão da característica do setor de ser tomador de preços e não formador. Após um forte declínio nos preços das matérias-primas básicas atreladas ao petróleo no mercado internacional, entre março e maio, no período mais recente o óleo vem registrando sucessivas elevações, pressionando a cotação dos produtos químicos. Os preços ainda são influenciados pelo impacto da forte desvalorização da moeda nacional, que afeta os custos de produção, bem como da elevação momentânea da procura por produtos químicos no mercado internacional”, explica Fátima.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink