Semana começa com poucos preços em alta no Ceasa/PR

Agronegócio

Semana começa com poucos preços em alta no Ceasa/PR

Apenas três hortaliças e uma fruta tiveram alta nos preços
Por:
2926 acessos
Apenas três hortaliças e uma fruta tiveram alta nos preços neste início de semana na Ceasa de Curitiba. O destaque foi a menor oferta de batata comum especial lavada, o que refletiu na elevação da cotação em 48,65%. Segundo informações coletadas no mercado pela Divisão Técnica Economica (Ditec), os produtores diminuíram o ritmo de colheita em razão dos feriados prolongados da Páscoa. A tendência é que a oferta volte aos patamares normais durante os próximos dias, e os preços recuem. As demais altas são consideradas normais no período: batata salsa extra 2A (+ 3,77%), repolho híbrido médio (+ 9,09%) e a uva niágara rosada (+ 3,70%).


Entre os 30 hortigranjeiros pesquisados, 15 estão com preços mais acessíveis. A maior redução foi verificada no tomate extra 2A, (26,32%), seguido pela abóbora seca (16,67%) e couve flor grande (11,76 %). Também com boa oferta e preços mais baixos: abobrinha verde extra 2A (-3,85%), aipim extra (-10,53), alface crespa grande (- 10,00), batata doce branca (- 4,17), beterraba extra 2A (- 3,85), cenoura nantes 2A (-6,25), pepino salada extra 2A (- 10,71), pimentão verde extra 2A (-3,85), vagem macarrão extra 2A (- 3,85), maçã nacional gala (- 4,76), melão amarelo grande (-7,41) e tangerina ponkan grande (-10%).


Onze produtos estão com cotações idênticas às da semana anterior: cebola pera nacional, chuchu extra 2A, abacate manteiga, abacaxi havaí grande, banana caturra primeira, laranja pera grande, limão tahití médio, mamão comum, manga tomy, melancia redonda e ovos brancos extra.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink