Seminário na ESALQ discute licenciamento ambiental

Agronegócio

Seminário na ESALQ discute licenciamento ambiental

Atividade reúne comunidade científica e jurídica para debater propostas.
Por:
568 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Alinhar o conhecimento técnico e jurídico em prol do ambiente. Com esse propósito a Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (USP/ESALQ) realiza hoje e amanhã, o Seminário “Propostas de Alterações no Licenciamento Ambiental e seus potenciais impactos: Desregulamentação?”.

O evento é uma realização do Ministério Público do Estado de São Paulo, Escola Superior do Ministério Público do Estado de São Paulo e ESALQ. A abertura ocorreu na manhã desta quinta-feira, 15/09, no salão Nobre da ESALQ, quando autoridades jurídicas e científicas foram recepcionadas pelo vice-diretor da instituição, professor Durval Dourado Neto. “A universidade tem um papel de orientar os valores predominantes e a conservação do meio ambiente é um desses valores. Por isso a importância desse evento, de colocarmos o conhecimento científico para nortear as discussões referentes à preservação ambiental”.

Um dos objetivos principais do seminário é analisar as propostas de modificação na legislação do licenciamento ambiental e os impactos em âmbito ecológico, econômico e social. “Discutiremos as propostas de modificação do licenciamento ambiental, que são quatro. Uma tramita na Câmara dos Deputados, duas no Senado e outra no Conselho Nacional de Meio Ambiente, o Conama”, aponta o promotor Ivan Carneiro Castanheiro.

Segundo Castanheiro, algumas dessas ações visam a agilização dos procedimentos de licenciamento e a simplificação dos estudos como maneira de retomada do crescimento econômico. “A ideia deste seminário é mostrar que o ambiente precisa ser tratado com mais cuidado e atropelar procedimentos poderá ser perigoso, pois uma degradação ambiental de grande monta é irreversível, enquanto a crise é passageira. Retomar o crescimento econômico é importante, mas a ordem econômica deve estar em harmonia com o meio ambiente”.

Durante toda programação serão debatidos temas como as consequências ambientais vinculadas ao licenciamento, com discussões de âmbito político, administrativo, técnico, jurídico e educacional. Ao final das apresentações, na sexta-feira, os atores envolvidos apresentarão um documento com propostas que será levado ao Congresso Nacional. “Este documento trará as ideias que a sociedade civil tratará como pertinentes e possíveis para aperfeiçoar esses projetos que estão em tramitação, de maneira a contribuir com uma legislação ambiental eficiente”, avaliou o diretor da Escola Superior do Ministério Público do Estado de São Paulo, Antônio Carlos da Ponte.

Confira a programação em: http://www.esalq.usp.br/boletim/sites/default/files/clipping/Semin%C3%A1rio%20Propostas%20de%20Altera%C3%A7%C3%B5es%20no%20Licenciamento%20Ambiental%20e%20Seus%20Potenciais%20Impactos.pdf

O evento tem transmissão ao vivo via IPTV http://iptv.usp.br/portal/transmission.action?idItem=34176
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink