Senador dos EUA critica lei sobre rotulagem de transgênicos

Agronegócio

Senador dos EUA critica lei sobre rotulagem de transgênicos

Republicano de Nebraska John Kuehn
Por: -Leonardo Gottems
1603 acessos

 

Em uma palestra para produtores rurais argentinos, o senador do estado norte-americano de Nebraska John Kuehn lamentou a aprovação da lei que obriga a identificação dos alimentos com ingredientes transgênicos nas gôndolas dos supermercados nos Estados Unidos. O parlamentar, que também é professor de biologia, ficou conhecido pela autoria de uma emenda à Constituição daquele estado proibindo a criação de leis que limitem o direito à produção rural.

“Primeiro, a lei [de rotulagem] é inconstitucional. Uma legislação tão específica assim teria que ser discutida nos estados. Segundo, ela não foi baseada em ciência, mas sim em um imaginário popular. E terceiro, ela não esclarece alguns detalhes: Como ficará identificada a carne de um boi que se alimentou com milho transgênico? Faltou mais trabalho e mais discussão”, criticou Kuehn, que é do Partido Republicano.

Em entrevista ao site Agriculture.com, ele disse ainda que não é favorável à revisão dos acordos de livre comércio, como defende Donald Trump. “Eu certamente vou defender esses acordos de livre comércio, que tanto afetam a comunidade rural dos Estados Unidos. Há algumas coisas que não concordo com Donald Trump e teremos que discutir mais. Esse é o papel dos legisladores, discutir ao máximo uma questão”, defendeu.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink