Agronegócio

SENAR/MS apresenta empregabilidade rural em Encontro de Negócios do Sistema S

O desenvolvimento rural atrelado à necessidade de mão de obra capacitada.
Por:
594 acessos

O desenvolvimento rural atrelado à necessidade de mão de obra capacitada. Este foi o tema da palestra ministrada pelo superintendente do SENAR/MS - Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, Rogério Beretta, ministrada durante o1º Encontro de Negócios, nessa quarta-feira (15), em Dourados.

O evento, promovido pelo Sistema S - Sesi, Senai, IEL, CIN e SENAR, teve como objetivo aproximar e estimular o desenvolvimento das empresas douradenses. Na ocasião, foram apresentados os serviços disponíveis pelas entidades e contou com a presença de representantes de indústrias, agroindústrias e contabilistas, além de micro e pequenos empreendedores.

Para Beretta, o evento oportunizou aos empresários presentes conhecimento sobre a realidade rural e sobre a atuação da instituição que compõe o Sistema Famasul - Federação da Agricultura e Pecuária de MS. "Em 2015, foram realizadas, nas linhas de FPR – Formação Profissional Rural e Promoção Social, 34,6 mil capacitações", exemplificou o representante, que citou também as ações de responsabilidade social e a metodologia de ATEG - Assistência Técnica e

Gerencial, que garantiu a prestação de serviços para 1,5 mil produtores rurais no ano passado.
O superintendente  destacou também  os principais trabalhos no meio rural. “São cursos profissionalizantes e consultorias mensais em propriedade rurais em todo o estado. Temos cursos com aulas presenciais e a distância, além de um projeto de construção das escolas técnicas em Dourados e Campo Grande onde faremos a formação especializada de técnicos de nível médio”, comentou.

O 2º vice-presidente regional da Fiems, Sidnei Pitteri Camacho, destacou a força da indústria. “O evento demonstra que o Sistema S está do lado de quem faz o País crescer”, declarou Camacho, acompanhado pelo superintendente do Sesi, Bergson Amarilla, que, em sua apresentação, também falou da importância da educação. “O Sistema S precisa buscar alternativas para a indústria e para o agronegócio".

Após as apresentações, os participaram puderem conversar com os representantes da instituição nas mesas de negócios distribuídas no auditório do Sesi de Dourados.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink