Será que o milho segue subindo?
CI
Imagem: Marcel Oliveira
PREÇOS

Será que o milho segue subindo?

Somente o Paraná destoa
Por: -Leonardo Gottems

No Rio Grande do Sul a resposta é sim. De acordo com a TF Agroeconômica, eles aumentaram mais R$ 2,00/saca para R$ 75,00, nesta segunda-feira. “Os preços subiram mais 2 reais/saca e atingiram R$ 75,00 em Ibirubá, R$ 74,00 em Cachoeira do Sul, permaneceram a R$ 71,00 em Ijuí, R$ 70,00 em Passo Fundo. Nas demais localidades do estado oscilaram entre R$ 68,00 e R$ 69,00/saca no mercado de lotes. Negócios na maioria das praças os preços subiram mais um real/saca para R$ 71,00/saca para outubro, 5,33% abaixo do preço médio do milho comprado no Mato Grosso do Sul”, comenta. 

Os preços subiram também em Santa Catarina. “Eles subiram mais R$ 1,00/saca para R$ 76,00 em Concórdia e Joaçaba nesta segunda-feira. No Alto Vale do Itajaí o preço continuou a R$ 75,00, assim como continuou a R$ 73,00 em Campos Novos. Em Mafra o preço subiu novamente, para R$ 69,00/saca. Nas demais localidades os preços no mercado de lotes oscilaram entre R$ 62,00 (Canoinhas) e R$ 72,00 (Capecó)”, completa. 

No Paraná, com safra equilibrada, os preços permaneceram inalterados, nesta segunda-feira. “No mercado de balcão os produtores paranaenses os preços ficaram entre R$ 60,00 e R$ 62,00. Já no mercado de lotes, os preços permaneceram inalterados neste início de semana, ao redor de R$ 68,50 em Cascavel, R$ 67,00 em Londrina, Maringá e Ponta Grossa, posto fábricas e R$ 64,00 para entrega em outubro e pagamento em novembro. Na Ferrovia, de Maringá, da safra 2020 para entrega 25/10 a 15/11, pagamento 05/11 - R$ 64,00 (61,50 anterior)”, indica. 

No Mato Grosso do Sul os valores subiram entre R$3,00 e R$ 0,60/saca. “O Relatório Granos desta segunda-feira registra que o estado já comercializou 67% das 10,68 milhões de toneladas produzidas na Safrinha de 2020, o que significa dizer que dispõe 3,52 milhões de toneladas ou 880 mil tons/mês para serem comercializadas dentro e fora do estado até o final de fevereiro, quando deverá ingressar milho nos estados compradores do RS e SC”, finaliza. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink