Servidores aceitam reajuste de 6%

Agronegócio

Servidores aceitam reajuste de 6%

Por:
184 acessos

Os servidores da Embrapa aceitaram ontem a proposta de acordo feita pela empresa. Nas assembleias, 23 das 39 unidades foram favoráveis ao reajuste de 6% no salário, base de cálculo de insalubridade de R$ 1.649,01 e aumento de 11,36% no vale-alimentação. "O que levou à aprovação foram diversos fatores, como o entendimento do que é possível para a empresa", afirmou o presidente do Sinpaf, Valter Endres. Pesou o número de reivindicações com resultados favoráveis. Foram atendidas 57 das 63 demandas. O pedido de aumento no salário era de 15%. "O reajuste é menor do que queríamos, mas acima da inflação."

O governo publicou ontem no Diário Oficial da União a exoneração a pedido de Silvio Crestana do cargo de diretor-presidente da Embrapa. Ele alegou questões pessoais e deve retornar à unidade da Embrapa de São Carlos, em São Paulo. O presidente em exercício, José Alencar, nomeou Pedro Arraes Pereira novo diretor-presidente. A nomeação será publicada hoje. Ele é chefe-geral da Embrapa Arroz e Feijão, em Santo Antônio de Goiás, em Goiânia.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink