Setor aprova novos secretários do RS

Agronegócio

Setor aprova novos secretários do RS

Agricultores familiares e cooperativados comemoraram as escolhas
Por:
1912 acessos

A definição de Ivar Pavan (PT) para a nova Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural e Cooperativismo e de Luiz Fernando Mainardi (PT) para a Pasta da Agricultura, anunciada nesta quarta-feira (24) pelo governador eleito Tarso Genro, foi aprovada pela maior parte do setor primário gaúcho. Embora o presidente da Farsul, Carlos Sperotto, tenha preferido não se manifestar, os agricultores familiares e cooperativados comemoraram as escolhas, especialmente de Pavan. "Oriundo de região de pequenos produtores, ele tem vivência e sabe das necessidades do setor", argumenta o presidente da Fecoagro, Rui Polidoro Pinto.

Nas mãos de Pavan estará a missão de estruturar a inédita secretaria. Natural de Aratiba, o deputado estadual foi presidente da Assembleia Legislativa, está no quarto mandato como deputado estadual e foi presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Aratiba. "Ele conhece o dia a dia do agricultor", frisa o presidente da Fetag, Elton Weber, que, na próxima semana, pretende levar ao secretário anunciado as demandas do setor.

Depois de confirmado no cargo nesta quarta-feira à tarde, Pavan fez questão de salientar que priorizará a agricultura familiar e a manutenção da renda. E já ressaltou que a Emater será vinculada à nova secretaria. "Cabe à extensão rural levar conhecimento técnico ao produtor."

Na Pasta da Agricultura, a renda do agricultor também será a palavra-chave, assim como o aumento da produção do agronegócio como um todo. Segundo Luiz Fernando Mainardi, o produtor precisa trabalhar com uma perspectiva melhor de renda e o Estado quer elevar sua contribuição. "Não faremos isso com aumento da carga tributária, mas com maior atividade econômica", garante.

A experiência de Mainardi, recém-eleito deputado estadual, como prefeito de Bagé e parlamentar federal foi destacada pelo presidente do Conselho Consultivo da Federarroz, Valter Pötter. "Ele tem condições de fazer um bom trabalho na Secretaria da Agricultura. É uma pessoa articulada, com trânsito na política e no setor produtivo", comenta. O presidente da Federarroz, Renato Rocha, disse que irá procurar o novo secretário para expor os problemas da lavoura arrozeira.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink