Setor de carnes faz estudo sobre impacto de impostos

Agronegócio

Setor de carnes faz estudo sobre impacto de impostos

Os segmentos de carne de frango, suínos e leite estão mobilizados contra o aumento de impostos pretendido pelo governo gaúcho
Por:
290 acessos

Os segmentos de carne de frango, suínos e leite estão mobilizados contra o aumento de impostos pretendido pelo governo do Rio Grande do Sul e encomendaram a economistas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) um estudo sobre o impacto da elevação de alíquotas em cada um dos setores e seu reflexo junto aos consumidores finais.

“A sobrevivência do agronegócio e das cadeias produtivas não pode ser colocada em risco”, alerta o secretário executivo da Associação Gaúcha de Avicultura (Asgav), José Eduardo dos Santos. O diretor executivo do Sindicato das Indústrias de Produtos Suínos (Sips). Rogério Kerber, acrescenta que “os aumentos previstos no Plano de Rercuperação do Estado vão afetar a competitividade das empresas”.

Na próxima quinta-feira (25-10), os três setores vão participar de audiência pública na Comissão de Agricultura da Assembléia Legislativa para relatar a apreensão dos produtores e da agroindústria com o pacote e apresentar o estudo sobre os efeitos negativos da elevação de impostos e da redução de incentivos.

Representantes das entidades participaram nesta quinta-feira (18-10), do Grande Expediente da Assembléia Legislativa proposto pelo deputado Marquinho Lang (DEM) sobre o tema “Rio Grande do Sul, existe outro caminho” para questionar a elevação de impostos proposta pelo governo estadual.

Avicultura, suinocultura e laticínios são três dos mais importantes segmentos do agronegócio gaúcho. A avicultura tem mais de 9 mil famílias de produtores integrados em 234 municípios gaúchos, enquanto a suinocultura 10 mil produtores integrados e independentes em mais de 300 municípios e o segmento de laticínios conta com cerca de 41 mil produtores de leite. Asinformações são da assessoria de imprensa da Asgav.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink