Agronegócio

Setor de máquinas quer ações do governo para amenizar crise

Os empresários também pediram ao governo o financiamento dos impostos federais em atraso
Por: -Redação
1 acessos

Um encontro com fabricantes de máquinas, implementos e componentes agrícolas com os ministros do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Luiz Fernando Furlan, e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Luiz Carlos Guedes Pinto, na manhã desta terça-feira (05-12), abriu a porta para a discussão e a busca de soluções para a crise que envolve o setor.

O encontro levou aos dirigentes das duas Pastas a situação decorrente das dificuldades enfrentadas pelos industriais e revendores do ramo agrícola dos segmentos pré-colheita, colheita e pós-colheita. O grupo defende a criação de uma linha de crédito e a implantação de medidas emergenciais para o reaquecimento do comércio de colheitadeiras, tratores, silos, entre outros. Os empresários também pediram ao governo o financiamento dos impostos federais em atraso.

Os ministros demostraram interesse em resover o problema: “Essa reunião é uma porta que se abre para discutirmos caminhos do reaquecimento do mercado. A nossa visão para o futuro é otimista” afirmou Furlan. Já o chefe da Pasta da Agricultura, Luis Carlos Guedes Pinto, reconheceu a crise e prometeu estudar uma solução. “Temos consciência do que aconteceu, dos reflexos da queda da demanda dessas indústrias e vamos buscar uma solução” , garantiu.

De acordo com o deputado Luis Carlos Heinze, a dificuldade enfrentada pelo ramo de máquinas é reflexo da crise da agropecuásria brasileira. “Somente no ano passado, o Rio Grande do Sul perdeu 74% da safra de soja e 72% da de milho, além da queda de preço do arroz, o que afetou diretamente o segmento”, afirmou.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink