Setor sucroalcooleiro receberá investimento de R$ 6 milhões

Agronegócio

Setor sucroalcooleiro receberá investimento de R$ 6 milhões

O convênio tem o objetivo de desenvolver tecnologia para produção de açúcares, álcool e derivados
Por: -Redação
2 acessos

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Oxiteno – uma das maiores indústrias químicas do Brasil – assinam nesta quinta-feira (16-11) um convênio de cooperação em projetos voltados ao desenvolvimento de tecnologia para produção de açúcares, álcool e derivados. O evento marca também a abertura da chamada para apresentação de propostas de pesquisa pela comunidade científica.

Dominar os instrumentos para produção em larga escala de produtos que substituam os derivados de petróleo é garantir a competitividade brasileira no crescente mercado internacional. Entre tais produtos está o etanol, já produzido e muito consumido no país, feito no Brasil a partir da cana-de-açúcar. Para atingir os resultados, o convênio cria as condições necessárias para maior articulação entre as universidades e empresas que tenham vigorosas atividades internas de pesquisa e desenvolvimento (P&D).

O aporte financeiro para o convênio é de R$ 6 milhões, sendo R$ 1,5 milhão de investimentos da Fapesp, R$ 1,5 milhão do BNDES e R$ 3 milhões da Oxiteno. As informações são da assessoria de imprensa da Fapesp.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink