Sinop recebe 3º Seminário do Programa de Valorização do Trabalho Rural

Agronegócio

Sinop recebe 3º Seminário do Programa de Valorização do Trabalho Rural

O objetivo é unir forças para desenvolver ações preventivas de cunho educativo, por meio de palestras e visitas técnicas em propriedades rurais, levando o máximo de esclarecimento aos empregadores e empregados do setor agropecuário
319 acessos

Em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), o Sindicato Rural de Sinop (500 km ao norte da capital) promove na sexta-feira (14) na sede da entidade, às 19h, o 3° Seminário do Programa de Valorização do Trabalho Rural. O programa é fruto de uma parceria histórica no Estado entre os representantes patronais, dos trabalhadores do campo, do Governo do Estado, do Ministério Público do Trabalho (MPT23) e da Superintendência Regional do Trabalho em Mato Grosso (SRT/MT).

“É de extrema importância a participação dos produtores da região neste seminário, pois este é um trabalho árduo que precisa do apoio de todos os setores da sociedade, no sentido de ampliar a atuação preventiva e promover qualidade de vida aos trabalhadores do Estado”, disse o presidente do sindicato rural, Antonio Galvan.

O programa, que foi lançado em novembro de 2008 e teve assinado o protocolo de intenções no qual todas as instituições envolvidas se comprometem a informar a população sobre os direitos do trabalhador rural, visa a valorização do trabalho rural e a solidificação da Comissão Permanente Regional Rural (CPRR) no Estado de Mato Grosso.

“O objetivo é unir forças para desenvolver ações preventivas de cunho educativo, por meio de palestras e visitas técnicas em propriedades rurais, levando o máximo de esclarecimento aos empregadores e empregados do setor agropecuário”, disse a assessora jurídica da Famato, Elizete Araújo.

Dessa forma, os integrantes do programa acreditam contribuir para a formação de uma nova consciência acerca da importância do trabalho decente no meio rural e para eliminar as irregularidades trabalhistas. Para o presidente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-AR/MT), Normando Corral, é fundamental fazer chegar até o produtor rural informações sobre a legislação trabalhista e os novos conceitos sobre o trabalho decente.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink