Sistema de Alerta ajuda a garantir boa safra de pêssego no RS


Agronegócio

Sistema de Alerta ajuda a garantir boa safra de pêssego no RS

Novas formas de manejo evita infestação da mosca-das-frutas na região de Pelotas/RS
Por:
1431 acessos
Adoção de novas formas de manejo por parte dos agricultores evita infestação da mosca-das-frutas na região de Pelotas/RS
 
O trabalho de monitoramento e de orientação aos produtores de pêssego da região de Pelotas/RS feito pelo Sistema de Alerta surtiu efeito. A colheita do fruto – praticamente toda finalizada até a virada do ano – indica uma boa safra, de 55 mil toneladas, livre da mosca-das-frutas.

O Sistema de Alerta envolveu um trabalho coordenado pela Embrapa Clima Temperado (Pelotas/RS), em parceria com a Emater/RS-Ascar e a UFPel, que buscou livrar os pomares de pêssego da ameaça de uma infestação do inseto. Equipes monitoraram a população da mosca em Pelotas, Morro Redondo/RS e Canguçu/RS e repassaram orientações aos agricultores. O trio de cidades responde por grande parte da produção nacional do fruto.

Semanalmente, boletins foram publicados e entregues aos produtores, com informações sobre o nível de infestação dos pomares e com recomendações para evitar o crescimento populacional da mosca. Também foram repassadas informações em cursos e via meios de comunicação.

O Sistema de Alerta foi criado para evitar a infestação dos pomares pela mosca-das-frutas, já que os inseticidas tradicionalmente usados pelos agricultores estão proibidos. A falta de informação sobre quais passos adotar no cultivo poderia inviabilizar toda a safra local.

Boletins

Os boletins foram entregues em mãos aos agricultores, distribuídos em vendas e mercados do interior e colados em pontos como paradas de ônibus e igrejas. Ao todo, foram 18 edições consecutivas com as últimas novidades e recomendações sobre o cultivo do pêssego. Com o fim da safra 2011-2012, a publicação de boletins semanais será interrompida e deverá retornar a partir do segundo semestre, antes do início da próxima safra.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink