Agronegócio

Soja: caem notificações pelo descumprimento do vazio sanitário em MT

Por:
2072 acessos
Durante o vazio sanitário da soja da safra 2012/13 em Mato Grosso, o Instituto de Defesa Agropecuária (Indea-MT) notificou 296 propriedades rurais devido a presença da soja guaxa. De acordo com o relatório final do órgão, houve uma redução de 12 notificações em comparação com a temporada passada, visto que em 2011/12 foram 308 propriedades notificadas. Queda de quase 4%.


Durante os três meses do período de proibição do plantio da soja foram visitadas 3.210 propriedades em Mato Grosso, ou 392 a mais que o ano passado, que eram 2.818.

Ao todo, 41 sojicultores foram autuados por não cumprirem a determinação do Indea de manter a propriedade livre das plantas nos 90 dias de vazio. Com relação a temporada passada, houve uma redução de 3 casos frente as 44 de 2012.

O fiscal agropecuário do Indea, Rogaciano Arruda, avalia a redução das notificações e autuações como positiva. "Prova a preocupação dos agricultores com a ferrugem asiática, além do receio da helicoverpa”.

O vazio sanitário da soja em Mato Grosso começou no dia 15 de julho e terminou no dia 15 de setembro. Quem não cumpriu com a determinação do Indea foi multado em 30 Unidades Padrão Fiscal (UPF) do estado de Mato Grosso, além de mais duas UPFs por hectare não limpo. O valor de cada UPF equivale a R$ 101,74.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink