Soja: Chicago aprofunda queda dos preços no Brasil

COTAÇÕES

Soja: Chicago aprofunda queda dos preços no Brasil

Queda do dólar também teve influência
Por: -Leonardo Gottems
1121 acessos

Dados da pesquisa diária do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) indicaram que a queda de 0,73% do dólar no Brasil e de 0,61% nas cotações da soja em Chicago suplantaram a alta de 5/6 cents nos prêmios pagos nos portos brasileiros nesta segunda-feira (11.03). De acordo com o especialista Luiz Fernando Pacheco, analista da T&F Consultoria Agroeconômica, o recuo foi sentido tanto nos portos, quanto no interior. 

“Os preços médios da oleaginosa, levantados diariamente pelo Cepea registraram queda de 0,86% nos portos sobre rodas, fazendo-os recuar para R$ 77,96/saca e -1,16% no interior, para R$ 72,39/saca. Com isto os ganhos da soja nos poucos dias úteis de março recuaram para 0,78% na exportação e para 0,10% no interior”, indica ele. 

Pacheco explica ainda que os motivos que estiveram por trás da queda do dólar são o avanço do projeto da reforma da Previdência e o anúncio pelo ministro da Economia de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para desvincular o orçamento e acabar com gastos obrigatórios. Esta última que deve ser entregue ao Congresso nacional em breve, para ser aprovada antes da primeira. 

Por outro lado, em Chicago, a queda foi estimulada pela divulgação da informação de que poderia não haver reunião entre os presidentes dos Estados Unidos e da China no fim de março para firmar um acordo. Os dois líderes estão trabalhando para tentar uma trégua mais duradoura para a disputa comercial travada entre os dois países, que resultou em diversas medidas retaliativas em produtos de exportação. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink