Soja: China continua suplantando Chicago
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,650 (0,00%)
| Dólar (compra) R$ 5,55 (0,74%)

Imagem: Nadia Borges

MERCADO

Soja: China continua suplantando Chicago

USDA anunciou novas vendas para o gigante asiático hoje por 327.000 toneladas. 
Por: -Leonardo Gottems
224 acessos

A China continua a comprar soja norte-americana, sustentando os preços na Bolsa de Chicago, segundo informações divulgadas pela T&F Consultoria Agroeconômica. O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) anunciou novas vendas para o gigante asiático hoje por 327.000 toneladas. 

“Por outro lado, a Argélia procurou adquirir 30.000 toneladas de farelo de soja, adicionando otimismo. Por sua vez, na Alemanha confirmam novos casos de febre africana em suínos. Isso cria expectativas de maior demanda por carne suína nos EUA Enquanto isso, o petróleo foi precificado com avanços significativos (+5%), espalhando firmeza para óleos vegetais. Em contrapartida, a previsão do tempo seco gera expectativas para o início da colheita antecipada nos EUA”, comenta a T&F. 

A soja ganhou 1,55% a 1,99% no dia em que fechou com ganhos de dois dígitos. “O farelo de soja subiu 1,93% a 2,07% no dia, com ganhos de US$ 6+. Os contratos futuros de óleo de soja fecharam em alta de 69 a 86 pontos, liderando o complexo com ganhos de 2,02% a 2,52%. Os preços do óleo de palma da Malásia para os futuros de novembro subiram 48 ringgits para 2.969 – uma vida útil de alta contratual”, completa. 

“Os futuros de óleo de canola também registraram alta de contratos nos mercados futuros, com novembro subindo 1,79% para 530,2 CDN$/MT. A safra canadense de canola foi relatada em 54% concluída, uma queda de 15 pontos percentuais em relação à média de 3 anos. O USDA anunciou outra venda relâmpago esta manhã por 327.000 tons para a China. A previsão nacional de rendimento médio do CMDtyView caiu para 50,50 bpa, com a estimativa de produção em 4,191 bilhões de bushels (114,05 MT). O Brasil importou 400 mil tons de soja em 2020 de janeiro a julho”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink